Cerca

Vatican News
Fiéis iraquianos durante celebração religiosa em Bagdá Fiéis iraquianos durante celebração religiosa em Bagdá  (ANSA)

Dom Warduni: visita do Papa ao Iraque é fonte de alegria e de paz

O bispo auxiliar do Patriarcado de Babilônia dos Caldeus, no Iraque, Dom Shlemon Warduni, expressa - em entrevista concedida ao Vatican News - a alegria dos cristãos iraquianos após o anúncio do Papa de querer visitar o País do Golfo em 2020

Cidade do Vaticano

Na audiência da manhã desta segunda-feira (10/06) na Sala do Consistório, no Vaticano, a cerca de cem participantes da 92ª Assembleia Plenária da Reunião das Obras de Ajuda às Igrejas Orientais (Roaco), o Papa Francisco expressou sua intenção de visitar o Iraque no próximo ano. Trata-se de uma notícia aguardada no País do Golfo, como ressalta o bispo auxiliar do Patriarcado de Babilônia dos Caldeus, no Iraque, Dom Shlemon Warduni, entrevistado pelo Vatican News:

Ouça e compartilhe!

R. - “É uma notícia repleta de alegria e de amor. Mostra verdadeiramente a bondade, a gentileza do Papa que não quer deixar ninguém, especialmente aqueles que se encontram em dificuldade, mas os quer encorajar, dar-lhes um incentivo a seguir adiante  sem temor e com todo o coração. Por esse motivo, esperávamos esta notícia há muito tempo, não somente os cristãos, mas todos os habitantes do Iraque. E todos nos perguntávamos: ‘O Papa não vem aqui?’ Portanto, essa é uma bela notícia, uma notícia que dá coragem para poder continuar, junto com o Papa, a amar todos com alegria e com a paz. Todas as visitas do Papa são realmente uma fonte de alegria e de paz.”

Ao anunciar essa sua intenção, o Papa Francisco fez votos de que o Iraque não caia novamente em tensões oriundas dos jamais aplacados conflitos das potências regionais. Qual é a situação do país no momento?

 

R. - “É como disse Sua Santidade. O Oriente Médio é cheio de dificuldades; falta a paz verdadeira. Nós esperamos a paz. Nós queremos a paz. Por conseguinte, com grande amor agradecemos a Sua Santidade e rezamos desde já a fim de que sua visita seja uma ocasião de amor, de paz, que possa dar a esperança a todos, porque até o momento alguns vilarejos, algumas cidades, estão completamente destruídas. Almejamos que tudo seja recuperado, que seja bem feito, para viver em paz, tranquilidade, em amizade e com amor verdadeiro.”

11 junho 2019, 11:49