Cerca

Vatican News

Papa confia a Nossa Senhora a Exortação apostólica dedicada aos jovens

Francisco celebrou a missa na Santa Casa de Loreto 162 anos depois do último Papa que ali celebrou, Pio IX, em 1857. Depois disso, os Papas não pararam de visitar Loreto: São João XXIII, São João Paulo II e Bento XVI. E antes, muitos outros.

Cidade do Vaticano

As palavras de Maria “Faça-se em mim segundo a tua palavra!” voltou a ressoar, nesta segunda-feira (25/03), no Santuário da Santa Casa de Loreto, onde o Papa Francisco celebrou a Eucaristia.

A Santa Casa de Loreto é um lugar católico de peregrinação situado na região das Marcas no centro da Itália. O Santuário foi construído ao redor da Casa trazida milagrosamente da Terra Santa até Loreto, segundo a tradição medieval, onde o Arcanjo Gabriel anunciou à Virgem Maria a maternidade divina.

Francisco celebrou a missa na Santa Casa de Loreto 162 anos depois do último Papa que ali celebrou, Pio IX, em 1857. Depois disso, os Papas não pararam de visitar Loreto: São João XXIII, São João Paulo II e Bento XVI. E antes, muitos outros.

Um “sim” de Maria que os cristãos de todos os tempos são chamados a repetir em sua vida, em suas vocações. Juntos com o Papa, entre os muros da Casa de Maria em Nazaré, o arcebispo de Loreto, dom Fabio dal Cin, o prefeito da Casa Pontifícia, Georg Gänswein, o substituto da Secretaria de Estado, dom Edgar Peña Parra, o presidente da Cei, cardeal Gualterio Bassetti, o arcebispo emérito de Ancona-Osimo, cardeal Edoardo Menichelli, alguns frades capuchinos responsáveis pelo cuidado pastoral dos peregrinos, e alguns jovens que vivem o tempo em que se interrogam sobre sua vocação.

Fora do santuário acompanharam o Pontífice outros fiéis, dentre os quais os doentes que o Papa saudou depois. Do lado de fora do templo estavam presentes 10 mil pessoas. O Papa não proferiu a homilia. Algumas de suas palavras introduzem a Oração dos Fiéis:

Maria é a arca da nova e eterna aliança: nela se cumpre o mistério do Filho de Deus feito homem por obra do Espírito Santo. Façamos a nossa oração ao Senhor com fé e humildade. Digamos juntos: Que a sua palavra se cumpra em nós, Senhor.

Assinatura da Exortação dedicada aos jovens

Logo depois, na Santa Casa de Loreto, no altar diante da imagem de Nossa Senhora Negra, o Papa assinou a Exortação apostólica pós-sinodal em forma de Carta aos jovens, confirmando o Sínodo realizado, no Vaticano, em outubro passado e a entregou a dom Dal Cin.

“Vive Cristo, esperanza nuestra” é o incipit no original em espanhol, cujo texto será publicado sucessivamente. Outra assinatura de uma exortação apostólica fora do Vaticano ocorreu com São João Paulo II, em 1995, quando por ocasião de uma viagem à África, foi divulgada a Exortação “Ecclesia in Africa”. Não só.

É também a confirmação do vínculo entre os jovens e o santuário mariano de Loreto, onde tanto São João Paulo II quanto Bento XVI se encontraram com eles.

Antes da missa, o Papa Francisco rezou por muito tempo, em silêncio, diante de Nossa Senhora Negra, mantida na Santa Casa. Do lado de fora, a multidão de fiéis o acompanhou, também em silêncio e oração. Depois da assinatura da Exortação, o Papa selou este momento intenso, dando de presente a Nossa Senhora uma rosa de ouro que ele colocou no altar da Santa Casa.

A ela, venerada em Loreto ao longo dos séculos por milhões de peregrinos, ele quis, hoje, confiar esse documento tão importante para os jovens.

25 março 2019, 13:52