Busca

Vatican News

Papa Francisco condena atentado em Estrasburgo

Em telegrama assinado pelo Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, o Pontífice expressa mais uma vez sua firme condenação contra o atentado que matou três pessoas na cidade francesa.

Cidade do Vaticano

Tristeza e preocupação são os sentimentos do Papa Francisco ao ser informado sobre o atentado no mercado de Natal de Estrasburgo, na França, ocorrido na terça-feira (11/12).

Em telegrama assinado pelo Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, o Pontífice expressa mais uma vez sua firme condenação contra esses atos.

O Papa garante a sua oração às famílias e a todos que os foram atingidos pela violência. “Em sinal de consolação, imploro as bênçãos divinas sobre as vítimas, sobre as pessoas que as assistem e sobre todo o povo francês”, lê-se no telegrama.

Foragido

A polícia francesa ainda não capturou Chérif Chekatt, que fugiu do local do atentado a bordo de um taxi. De acordo com o procurador-geral francês, Rémy Heitz, o atirador tem 27 condenações por crimes comuns cometidos na França, na Alemanha e na Suíça. Até o momento, três pessoas morreram e nove feridos estão em estado grave.

13 dezembro 2018, 10:44