Busca

Vatican News
Ataque matou quatro pessoas e deixou outras 10 feridas Ataque matou quatro pessoas e deixou outras 10 feridas  (AFP or licensors)

Pesar do Papa por atentado no Egito

Em telegrama enviado ao presidente do Egito, Abdel Fattah Al Sisi, o Papa Francisco condena o atentado e assegura sua proximidade e orações às vítimas e equipes de socorro.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco expressou o seu pesar na tarde deste sábado, pelas vítimas do atentado a bomba contra um ônibus que transportava turistas nas proximidade de Gizé, no Egito. As vítimas fatais são três vietnamitas e um guia egípcio. Outras dez pessoas ficaram feridas.

Em mensagem assinada pelo cardeal secretário de Estado Pietro Parolin, e enviada ao presidente da República Árabe do Egito, Abdel Fattah Al Sisi, o Santo Padre deplora “este ato insensato e brutal”, e assegura suas orações “pelas vítimas e suas famílias, pelos feridos e pelo pessoal das equipes de socorro que generosamente” prestam a sua ajuda.

"Confiando que todos trabalharão para superar a violência com solidariedade e paz", o Papa Francisco invoca as bênçãos divinas sobre o Egito e seu povo.

O veículo, no qual viajavam 14 pessoas, foi atingido por um artefato enquanto percorria uma estrada distante das tradicionais rotas turísticas. Até o momento nenhum grupo reivindicou o atentado.

Em resposta ao ataque, as forças de segurança egípcias mataram 40 supostos terroristas na área de Gizé e do norte do Sinai. A informação é do Ministério do Interior egípcio, que precisou ter recebido informações sobre iminentes ataques contra instituições estatais, indústria do turismo, forças armadas, polícia e igrejas.

Ouça e compartilhe!

 

 

29 dezembro 2018, 14:56