Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco e Mar Gewargis III  Patriarca Católico da Igreja Assíria do Oriente Papa Francisco e Mar Gewargis III Patriarca Católico da Igreja Assíria do Oriente   (Vatican Media)

Papa a Gewargis III: Orações pela paz no Iraque e na Síria

O Patriarca Catholicos da Igreja Assíria do Oriente, Mar Gewargis III e sua comitiva foram recebidos pelo Papa Francisco que recordou dos irmãos do Oriente Médio que sofrem violências, elogiou o trabalho da Comissão de Diálogo Teológico e destacou que não podemos esquecer das testemunhas do passado

Cidade do Vaticano

Na manhã desta sexta-feira (09/11), o Papa recebeu Gewargis III, Patriarca Catholicos da Igreja Assíria do Oriente e sua comitiva. Depois de saudar o grupo com palavras de São Paulo, “Paz e caridade com fé por parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo”, Francisco iniciou falando sobre a trágica situação dos irmãos e irmãs que vivem no Oriente Médio e são vítimas de violências e muitas vezes obrigados a deixar a terra onde sempre viveram.

Irmãos do Oriente Médio

O Papa disse: “Eles percorrem a via-sacra seguindo as pegadas de Cristo, e mesmo pertencendo a diferentes comunidades, instaura-se entre eles relações fraternas e tornam-se nossas testemunhas de unidade”. Depois pede orações para invocar ao Senhor o dom da paz no Oriente Médio, principalmente no Iraque e na Síria.

Comissão para o Diálogo Teológico

Francisco fala também sobre o trabalho em comum através da Comissão para o Diálogo Teológico entre a Igreja Católica e a Igreja Assíria do Oriente, citando a assinatura da Declaração comum sobre a “vida sacramental”, de um ano atrás.

“ A Comissão, explica o Papa é 'fruto do diálogo, e mostra que as diversidades práticas e disciplinares nem sempre são obstáculos à unidade, e que algumas diferenças nas expressões teológicas podem ser consideradas mais complementares do que conflituais'”

O Papa disse que reza para que os trabalhos da Comissão, que está entrando na fase de estudos sobre a eclesiologia, “nos ajudem a percorrer mais um trecho do caminho, rumo à tão esperada meta na qual poderemos celebrar o Sacrifício do Senhor no mesmo altar”.

Testemunhas do passado

“Mas este caminho que nos leva adiante - diz o Papa - exige que recordemos sempre e que nos deixemos inspirar pelas testemunhas do passado”. Francisco recorda do sétimo centenário da morte de Abdisho bar Berika, Metropolita de Nisibi, um dos mais famosos escritores da tradição sírio-oriental festejado pela Igreja Assíria do Oriente assim como a Igreja Caldeia, cujas obras, especialmente no campo de direito canônico, são até hoje textos fundamentais.

Ao falar do Simpósio organizado no Pontifício Instituto Oriental sobre o escritor, que conta com a participação do Patriarca e sua comitiva, o Papa conclui desejando, “que o estudo deste grande teólogo possa ajudar a conhecer melhor a riqueza da tradição síria e acolhê-la como um dom para toda a Igreja” .

Na conclusão o Papa Francisco cita João: “Que todos sejam um […] a fim de que o mundo creia” (Jo 17, 21).

Ouça e compartilhe
09 novembro 2018, 10:18