Versão Beta

Cerca

Vatican News
Jovem iraquiano com o Santo Padre Jovem iraquiano com o Santo Padre 

Papa despede-se de jovem auditor iraquiano e encoraja jovens do país

O Papa encontrou o jovem auditor iraquiano Safa Al Abbia, que devido à doença de sua mãe, viu-se obrigado a antecipar seu retorno ao Iraque. No encontro, Francisco dirigiu palavras de encorajamento a todos os jovens do Iraque.

Alessandro Gisotti - Cidade do Vaticano

Siga em frente sem desanimar e confiar sempre no Senhor. Este é o encorajamento que o Papa Francisco quis dirigir aos jovens do Iraque. O encontro não programado com Safa Al Abbia, um jovem iraquiano que participa do Sínodo como auditor, ofereceu a oportunidade para esta mensagem. Safa terá que retornar ao Iraque neste sábado para ficar perto de sua mãe, seriamente doente.

O jovem havia manifestado o desejo de saudar antes da partida o Santo Padre, que aceitou o pedido imediatamente e com alegria. O encontro realizou-se no início da tarde na Casa Santa Marta, em um ambiente particularmente afetuoso. O Santo Padre entregou ao jovem um rosário para levar à sua mãe e desejou-lhe uma boa viagem.

Incentivar jovens iraquianos a confiar no futuro

 

O Papa escutou atentamente a história do jovem e as razões de sua partida antecipada do Sínodo. Então, ele aceitou seu pedido de uma mensagem dirigida aos jovens iraquianos, que ele poderia divulgar quando voltasse para casa.

Francisco assegurou a ele trazer os jovens do Iraque no seu coração, consciente dos muitos sofrimentos pelos quais eles passam. Francisco também incentivou os jovens a confiar no Senhor e ter esperança no futuro, a não desanimar, apesar do passado doloroso e do presente muito difícil. O Papa finalmente assegurou suas orações e sua bênção para todos os jovens do Iraque.

O pronunciamento de Safa no Sínodo, o mais aplaudido

 

O jovem iraquiano interveio na quinta-feira passada durante a décima congregação geral. Segundo muitos, o discurso até agora foi o mais aplaudido no Sínodo. Safa recordou dos muitos mártires do Iraque que morreram nesses anos por testemunhar sua fé em Cristo. O maior desafio que enfrentamos nós, os jovens iraquianos - disse ele - "é a paz, a estabilidade e o direito de viver com dignidade".

Safa, então, pediu uma oração por todos aqueles que sofrem por causa das perseguições, não apenas no Iraque. Por fim, entre os aplausos, ele concluiu com uma mensagem e um desejo dos jovens iraquianos para o Papa Francisco: "Esperamos um dia ver você no Iraque".

O jovem iraquiano Safa Al Abbia
13 outubro 2018, 18:35