Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa no cemitério estadunidense em Nettuno, próximo a Roma, onde estão sepultados combatentes da II Guerra Mundial Papa no cemitério estadunidense em Nettuno, próximo a Roma, onde estão sepultados combatentes da II Guerra Mundial 

Papa celebra Missa de Finados no Cemitério Laurentino

O Santo Padre preside à Celebração Eucarística: no Dia de Finados no Cemitério Laurentino e no dia seguinte na Basílica de São Pedro em memória dos cardeais e bispos falecidos nos últimos 12 meses.

Cidade do Vaticano

Na celebração dos fiéis defuntos, nesta sexta-feira, o Papa Francisco presidirá à Celebração Eucarística no Cemitério Laurentino em Roma, às 16 horas, horário local. (O Vatican News transmitirá a Missa com comentários em português, a partir das 11h55, horário de Brasília).

Já no sábado, dia 3 de novembro, às 11h30, o Santo Padre preside na Basílica de São Pedro a Santa Missa pelos cardeais e bispos falecidos no decorrer dos últimos 12 meses. O Vatican News transmitirá a celebração com comentários em português, a partir das 7h25, horário de Brasília.

O Cemitério Laurentino

 

O Laurentino será o quarto cemitério visitado pelo Santo Padre por ocasião do Dia de Finados. Por três anos consecutivos – 2013, 2014 e 2015 – o Papa celebrou Missa no Cemitério de Verano. Em 2016 em Prima Porta e em 2017 no Cemitério estadunidense em Nettuno, visitando depois o santuário nas Fossas Ardeatinas, onde rezou. Este ano, no entanto, Bergoglio irá para o extremo sul de Roma.

Localizado para além do "Grande Raccordo Anular”, em Trigoria, o Cemitério Laurentino ergue-se no coração da zona rural romana. Abrange uma área de cerca de 27 hectares e é o terceiro maior dos onze cemitérios da capital.

O Cemitério Laurentino foi consagrado em 9 de março de 2002 pelo então cardeal vigário Camillo Ruini. Atualmente, está em andamento um projeto para ampliar a estrutura dos municípios VIII, IX e XI. No seu interior não há construções monumentais, e é possível realizar sepultamentos no chão e o serviço de enterro de cinzas também está ativo.

Em 4 de janeiro de 2012, foi inaugurado o “Jardim dos Anjos” dentro do cemitério: uma área verde de cerca de 600 metros quadrados dedicada ao sepultamento de crianças que nunca nasceram devido a uma interrupção da gravidez (espontânea ou voluntária). Cercado por uma sebe, o Jardim está localizado em frente ao "Campo das Crianças" e é simbolicamente guardado por duas grandes estátuas de mármore representando dois anjos, símbolo de inocência e pureza.

O Laurentino é o único cemitério da capital com uma capela própria em seu interior. A Igreja de Jesus Ressuscitado foi inaugurada em 2012. A Missa de bênção da obra foi presidida em 1º de novembro pelo vigário da época, cardeal Agostino Vallini. A capela tem uma estrutura circular, ocupando uma área de 220 metros quadrados com cerca de 140 lugares e tem um grande pátio de cerca de 120 metros quadrados.

O Pontífice será acolhido pelo seu Vigário para a Diocese de Roma, cardeal Angelo De Donatis, pelo bispo auxiliar do setor sul Dom Paolo Lojudice, e pelo capelão da Igreja do Jesus Ressuscitado, localizado dentro do Laurentino, padre  Claudio Palma.

Rezar pelos fiéis defuntos

 

Celebrações Eucarísticas serão presididas pelos bispos auxiliares em todos os cemitérios romanos. Em especial hoje, Dia de Finados, jovens voluntários estão distribuindo na entrada dos cemitérios romanos um subsídio para a oração, elaborado pelo Escritório Litúrgico da Diocese de Roma.

O pequeno depliant compreende as orações do Pai Nosso, da Ave Maria e do Eterno Repouso: “uma oportunidade para favorecer a oração das tantas pessoas que neste período se dirigem aos cemitérios para recordar seus entes queridos”, explica o Escritório, que já há alguns anos promove tal iniciativa.

Os jornalistas que tiverem interesse em participar da Santa Missa presidida pelo Papa devem credenciar-se na Sala de Imprensa da Santa Sé, até ao meio dia da quarta-feira, 31 de outubro: press.vatican.va/accreditamenti.

Ouça e compartilhe!
30 outubro 2018, 13:02