Cerca

Vatican News
Um jesuíta com bom discernimento não se perderá, nem mesmo no campo do diabo, disse Francisco Um jesuíta com bom discernimento não se perderá, nem mesmo no campo do diabo, disse Francisco  (ANSA)

Jesuíta com bom discernimento não se perderá, diz Papa

"Ainda hoje, não somente nos tempos da Segunda Guerra Mundial, da opressão soviética, encontramos situações em que o homem encontra "os seus infernos" e se encontra nos infernos", disse o Papa Francisco aos jesuítas na Nunciatura em Vilnius.

Tedeusz Zajaczkowska - Vilnius

Na noite de domingo, 23, o Papa Francisco encontrou na Nunciatura em Vilnius, um grupo de jesuítas da Província lituana. Estavam também presentes os jesuítas de origem lituana dos Estados Unidos.

Nós éramos cerca de vinte, incluindo quatro bispos. O Santo Padre nos recordou da necessidade de empregar o discernimento espiritual em qualquer ação pastoral dos jesuítas. Isso é muito importante.

Ele disse que um jesuíta com bom discernimento não se perderá, nem mesmo no campo do diabo.

Isso não significa vangloriar-se, mas não perder de vista o Cristo, também Ele descido aos infernos, nos infernos da existência humana.

O Santo Padre disse várias vezes durante o dia que o homem também se depara também com as dores, as perseguições, há ideologias que o oprimem; encontra também a morte.

Nessas situações de dificuldade, de tragédia, nós, como jesuítas, devemos também agir não porque somos bons psicólogos ou educadores, mas como aqueles que vivem o Cristo, também Ele desceu aos infernos da existência humana para tirar dos infernos o homem como tal e dar a ele a salvação.

Este é o sentido do discernimento, o seu propósito. Ainda hoje, não somente nos tempos da Segunda Guerra Mundial, da opressão soviética, encontramos situações em que o homem encontra "os seus infernos" e se encontra nos infernos.

Nós devemos discernir, devemos também buscar o homem que vive situações como esta e levar a esperança de Cristo de uma forma concreta, ajudando os aflitos, aqueles que são oprimidos, que estão nas prisões, aqueles que fogem das perseguições.
 

24 setembro 2018, 14:54