Versão Beta

Cerca

Vatican News
A Gendarmaria Vaticana foi fundada, em 1816, pelo Papa Pio VII A Gendarmaria Vaticana foi fundada, em 1816, pelo Papa Pio VII 

Papa celebra missa pelos 202 anos da Gendarmaria Vaticana

Um pequeno destacamento de Oficiais do Corpo acompanha o Papa em suas viagens para sua segurança pessoal.

Cidade do Vaticano

O Santo Padre presidiu, na manhã deste domingo (30/9), diante da Gruta de Lourdes, nos Jardins vaticanos, a Santa Missa por ocasião dos 202 anos de criação do Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano.

O Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano é composto por 130 soldados e forças de segurança do Vaticano e do Papa.

O Corpo da Gendarmaria, sob o comando do Inspetor Geral, Domenico Giani, e de um Subcomandante e Vice-inspetor, tem o objetivo de cuidar da ordem pública, controle fronteiriço e de tráfego, investigação criminal e outras funções policiais no menor Estado do mundo.

Um pequeno destacamento de Oficiais do Corpo acompanha o Papa em suas viagens para sua segurança pessoal.

A Gendarmaria vaticana faz parte do Departamento de Serviços de Defesa Civil e Segurança - que também inclui os Bombeiros do Vaticano -, e pertence ao governo do Estado da Cidade do Vaticano.

De 1991 a 2002, os membros da força policial do Vaticano eram conhecidos como Corpo de Vigilância do Vaticano, fundado pelo Papa Pio VII, em 1816, como unidade das Forças Armadas do Vaticano.

A seguir, o Papa Paulo VI reduziu a presença militar da Santa Sé apenas à Guarda Suíça Pontifícia.

A Guarda Suíça Pontifícia, unidade militar da Santa Sé e não do Estado da Cidade do Vaticano, também é responsável pela segurança do Papa, bem como dos edifícios vaticanos.

30 setembro 2018, 14:43