Versão Beta

Cerca

Vatican News
Visita do cardeal Konrad Krajewski ao Cento "Mundo Melhor" Visita do cardeal Konrad Krajewski ao Cento "Mundo Melhor" 

Esmoleiro do Papa almoça com migrantes da "Diciotti"

“É a bênção do Santo Padre para eles”, disse o esmoleiro do Papa, cardeal Krajewski, explicando o motivo da visita: “É sobretudo para aqueles que estão de partida. Os votos são de que encontrem aqui, na Itália, em todos os lugares, um coração cristão generoso e que finalmente possam sentir-se em casa”.

Cidade do Vaticano

A quarta-feira (05/09) foi vivida com festa no centro para imigrantes “Mundo Melhor” da localidade de “Rocca di Papa”, nos Castelos Romanos, situada nas proximidades de Roma. O esmoleiro do Papa, cardeal Konrad Krajewski, levou a bênção de Francisco e almoçou com os hóspedes do centro.

A visita de Dom Krajeski coincidiu com a doação de sorvetes por parte de uma empresa italiana. 

“É a bênção do Santo Padre para eles”, disse o cardeal à agência Sir explicando o motivo da visita: “Sobretudo para aqueles que estão de partida. Os votos são de que encontrem aqui, na Itália, em todos os lugares, um coração cristão generoso e que finalmente possam sentir-se em casa”. Recebido pelas crianças, com gritos de alegria e boas-vindas, o purpurado doou a todos uma imagem do Papa Francisco, recebida com entusiasmo e grande satisfação.

O diretor da Caritas Italiana, Pe. Francesco Soddu, e o fundador da cooperativa “Auxilium” que administra o acolhimento dos imigrantes no Centro “Mundo Melhor”, Angelo Chiorazzo, deram as boas-vindas ao cardeal Krajewski.

A saudação do Santo Padre aos imigrantes

 

Dos 100 imigrantes do Navio Diciotti (patrulheiro da Guarda costeira da Itália) que foram recebidos pelas dioceses italianas, apenas 35 permanecem no Centro “Mundo Melhor”. Oito partiram na tarde desta quarta-feira para Turim, onde estarão acolhidos no Centro Migrantes local.

Cumprimentando-os, o cardeal disse-lhes: “Trago a vocês a saudação deste homem vestido de branco que se chama Francisco, se faz próximo de vocês e lhes oferece a sua bênção”. Está previsto que na sexta-feira todos partirão para os destinos fixados pela Conferência Episcopal Italiana (CEI).

Agradecimento ao enviado do Pontífice

 

Agradecendo ao cardeal pela visita, Chirazzo ressaltou: “Aqui estão cristãos, cristãos coptas e muçulmanos. Todos rezam pelo Papa Francisco. Peço que diga ao Santo Padre que todos aqui lhe são gratos e lhe querem bem”.

Concluída a tradução para os imigrantes, uma criança gritou: “Obrigado, Papa Francisco”. As crianças ofereceram uma pintura feita por elas a ser entregue ao Papa. A “festa”, da qual participou também o prefeito de “Rocca di Papa”, Emanuele Crestini, concluiu-se com o corte e distribuição de um bolo.

Encontro do esmoleiro do Papa com 40 voluntários

 

Segundo comunicado da Esmolaria Apostólica sobre esta visita do cardeal Krajewski, o purpurado almoçou com cerca de 340 hóspedes do Centro “Mundo Melhor”. Em seguida, encontrou cerca de 40 voluntários que, nestas duas semanas, trabalharam para organizar a partida destes imigrantes para as várias dioceses italianas onde serão acolhidos.

Duas crianças sírias deram ao esmoleiro um retrato feito por elas a ser entregue ao Papa e uma mulher muçulmana ofereceu para Francisco uma imagem de Nossa Senhora realizada em croché.

20 mil sorvetes oferecidos aos mais necessitados

 

Esta quarta-feira foram distribuídos 20 mil sorvetes em casas de acolhimento e refeitórios de Roma, oferecidos por uma fábrica que queria partilhá-los com os mais necessitados. 1.300 destes sorvetes foram levados para o Cento “Mundo Melhor”.

05 setembro 2018, 16:59