Versão Beta

Cerca

Vatican News
Audiência da presidência dos bispos estadunidenses com o Papa Francisco Audiência da presidência dos bispos estadunidenses com o Papa Francisco  (ANSA)

Abusos. Card. DiNardo após encontro com o Papa: trabalhar juntos para curar as feridas

"Foi um diálogo longo, frutuoso e bom." "Temos a intenção de continuar ativamente nosso discernimento comum para identificar os próximos passos concretos", disse o cardeal estadunidense após encontro com o Papa Francisco.

Cidade do Vaticano

“Somos gratos ao Santo Padre por ter-nos recebido em audiência. Partilhamos com o Papa nossa situação nos EUA, como o corpo de Cristo foi dilacerado pelo mal dos abusos sexuais.” Assim tem início a declaração do bispo de Galveston-Houston e presidente dos bispos dos EUA, cardeal Daniel DiNardo, “sobre a recente crise moral na Igreja católica estadunidense”,  feita ao término da audiência privada com o Papa Francisco.

Passos mais eficazes para contrastar abusos

“Escutou-nos do mais profundo de seu coração”, prossegue o purpurado na declaração publicada no site da Conferência Episcopal dos EUA. “Foi um diálogo longo, frutuoso e bom. Assim que terminou rezamos juntos o Angelus pedindo a misericórdia de Deus e a força no trabalho em conjunto para curar as feridas. Temos a intenção de continuar ativamente nosso discernimento comum para identificar os próximos passos concretos.”

O cardeal DiNardo estava acompanhado do arcebispo de Los Angeles e vice-presidente da Conferência episcopal, Dom José Horácio Gómez; do arcebispo de Boston e presidente da Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores, cardeal Séan Patrick O’Malley; e do secretário geral dos bispos estadunidenses, Dom Brian Bransfield.

13 setembro 2018, 16:44