Versão Beta

Cerca

Vatican News
Matrimônio Matrimônio  (Pixabay)

Padre Douglas: A família, recurso para superar desafios do mundo atual

A família é a primeira escola da gratidão, é lá onde aprendemos os grandes valores humanos.

Padre Douglas de Freitas Ferreira - Cidade do Vaticano

Olá amigos ouvintes do nosso programa em preparação para o Encontro mundial das famílias com o Papa que acontecerá nos próximos dias, de 21 a 26, em Dublin, na Irlanda. Aqui na nossa Rádio Vaticano você poderá acompanhar e participar do evento graças aos nossos amigos repórteres que estarão lá e nos trarão todas as novidades do evento.

Ouça a meditação

No encontro anterior havíamos falado que a família não é um problema, mas algo bom criado por Deus, abençoada por Ele, herdeira do projeto que Ele deixou e que Jesus confirmou e elevou a dignidade de sacramento. Hoje quero convidar você para refletir conosco sobre a a família enquanto recurso para superar os desafios do mundo atual.

 A família é a célula basica da sociedade

O primeiro desafio que a família ajuda a superar é o desafio social. A família é a célula basica da sociedade e, por isso, uma sociedade constituída com famílias fortes, segundo o plano de Deus, será uma sociedade forte, nesse sentido é necessário que os cristãos estejam ativamente no contexto social e político e exijam dos governantes a criação de recursos jurídicos e sociais para a defesa da família. Não é luta ideologica, mas defesa da verdade sobre homem criado segundo a vontade de Deus e confirmada por Cristo, sobre sociedade e sobre bem comum. A clara divisão social com o crescente individualismo é reflexo da divisão familiar quer seja no seu núcleo intimo, quer seja no isolamento da família do convívio social. Famílias fortes e unidas dão testemunho e constroem a sociedade.

A família também auxilia a superar a perda da identidade que aparece cada vez mais as relações hoje. Na família recebemos um nome e por ele somos reconhecidos, recebemos uma posição social clara: somos avôs e avós, pais e mães, filhos e filhas, irmãos e irmãs, tios e tias, primos e primas. Todos os papeis, uma vez recebidos, não podem ser cancelados o que revela, também algo mais: não fomos nós que os criamos e, ao vir ao mundo, alguém nos deu o nome reconhecê-los e cultivá-los nos ajuda superar outro desafio: a falta de gratidão.

A  família é a primeira escola da gratidão

Em um mundo cheio de individualismo, como muitas vezes alertou Papa Francisco e, também o papa Bento, a falta de gratidão é clara, e é no intimo da família que aprendemos à agradecer por que ali recebemos o maior dos dons: o dom da Vida, que foi possível somente porque outros se dispuseram a doar e a vida que recebemos existe para amar e doar. Se somos ingratos a vida se torna triste e sem horizonte. A  família é a primeira escola da gratidão, é lá onde aprendemos os grandes valores humanos.  

A família, por outro lado, ajuda a superar, também a crescente falta de linguagem humana. No íntimo da vida familiar aprendemos a linguagem humana da vida e para a vida que não é somente o falar. É a linguagem que aprendemos no intimidade familiar que nos permite falar aos outros, com Deus e de Deus. Onde se assiste o combate contra a família, se vê claramente o combate contra o homem e a sua humanidade e também o combate contra Deus.

O Evangelho da família 

Caro amigo, amiga da nossa Rádio, desejo que o nosso encontro de hoje possa ter ajudado você a perceber a grandeza e a centralidade da família para o homem, para a sociedade e para a vida com Deus. Espero que nossos encontros até aqui tenham ajudado você a perceber que O evangelho da família é uma alegria para o mundo! No próximo encontro falaremos do Encontro mundial e dos temas que lá serão apresentados! Um abraço e com alegria rezemos a oração final.

Oração oficial da família para o encontro mundial das Famílias, 2018

Deus, nosso Pai,

Somos irmãos e irmãs em Jesus, teu Filho,

Uma família, no Espírito do teu amor.

Abençoa-nos com a alegria do amor.

Faz-nos pacientes e compassivos Amáveis e generosos,

Acolhendo os que mais precisam.

Ajuda-nos a viver o teu perdão e a tua paz.

Protege todas as famílias com o cuidado do teu amor

Especialmente aqueles por quem rezamos agora:

 

[Fazemos uma pausa para lembrar, pelo nome, membros da família e outras pessoas]

 

Aumenta a nossa fé,

Fortalece a nossa esperança,

Protege-nos com o teu amor,

Faz-nos sempre agradecidos pelo dom da vida que partilhamos.

Isto te pedimos, por Cristo nosso Senhor Amém.

 

Maria, mãe e guia, rogai por nós.

São José, pai e protetor, rogai por nós.

Santos Joaquim e Ana, rogai por nós.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós

 

18 agosto 2018, 08:00