Versão Beta

Cerca

Vatican News
Cardeal polonês Hlond, proclamado Venerável Servo de Deus Cardeal polonês Hlond, proclamado Venerável Servo de Deus 

Cardeal polonês Hlond é venerável, perseguido por nazistas e comunistas

O purpurado nasceu em 5 de julho de 1881, em Brzęczkowice, Polônia, e morreu em Warszawa (Polônia) em 22 de outubro de 1948. O cardeal Hlond defendeu a liberdade e os direitos humanos diante do nazismo e comunismo.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco recebeu em audiência, no último sábado (19/05), o prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato, ao qual autorizou a promulgação dos decretos relativos às virtudes heroicas de 12 servos de Deus que se tornam veneráveis.

Francisco reconheceu as seguintes virtudes heroicas:

- do Servo de Deus Augusto Giuseppe Hlond, da Sociedade Salesiana de São João Bosco, Arcebispo de Gniezno e Warszawa, primaz da Polônia, cardeal e fundador da Sociedade de Cristo para os Imigrantes. O purpurado nasceu em 5 de julho de 1881, em Brzęczkowice, Polônia, e morreu em Warszawa (Polônia) em 22 de outubro de 1948. O cardeal Hlond defendeu a liberdade e os direitos humanos diante do nazismo e comunismo.

- do Servo de Deus Michele Angelo Builes, Bispo de Santa Rosa de Osos, fundador de várias congregações religiosas. Ele nasceu em Antioquia, na Colômbia, em 9 de setembro de 1888 e morreu em 29 de setembro de 1971, em Medellín (Colômbia).

- do Servo de Deus Enrico Mauri, sacerdote diocesano, fundador das Oblatas de Cristo Rei, nascido em Bosisio Parini, Itália, em 26 de outubro de 1883 e morto em Sestri Levante (Itália) em 10 de maio de 1967.

- do Servo de Deus Giovanni Battista Berthier, sacerdote professo do Instituto dos Missionários de Nossa Senhora da Salete, fundador da Congregação dos Missionários da Sagrada Família. Ele nasceu em Châtonnay, França, em 24 de fevereiro de 1840 e morreu em Grave, Holanda, em 16 de outubro de 1908.

- do Servo de Deus Guglielmo Eberschweiler, sacerdote professo da Companhia de Jesus. Nasceu em 5 de dezembro de 1837 em Püttlingen, Alemanha, e morreu em 23 de dezembro de  1921 em Exaten, Holanda.

- do Servo de Deus Pietro Uccelli, sacerdote professo da Pia Sociedade de São Francisco Xavier para as Missões Exteriores (Missionários Xaverianos), nascido em Barco di Bibbiano (Itália) em 10 de março de 1874 e morto em Vicenza (Itália) em 29 de outubro de 1954.

  - do Servo de Deus Pio Dellepiane, sacerdote professo da Ordem dos Mínimos, nascido em Genova (Itália) em 4 de janeiro de 1904 e morto em Roma em 12 de dezembro de 1976.

- do Servo de Deus Norberto McAuliffe (no século João), irmão professo do Instituto dos Irmãos do Sagrado Coração. Ele nasceu em New York (EUA) em 30 de setembro de 1886 e morreu em Alokolum, Uganda, em 3 de julho de 1959.

- da Serva de Deus Francisca das Chagas de Jesus (no século: Colomba Antonia Martí y Valls), monja professa da Segunda Ordem de São Francisco do Mosteiro da Divina Providência de Badalona, nascida em Badalona (Espanha) em 26 de junho de 1860 e morta em 4 de junho de 1899.

- da Serva de Deus Eleonora de Santa Maria (no século: Isora Maria Ocampo), monja professa da Ordem de São Domingos. Nasceu em 14 de agosto 1841 em Cerro Famatina (Argentina) e morreu em Córdoba (Argentina) em 28 de dezembro de 1900.

- da Serva de Deus Ângela Maria do Coração de Jesus (no século: Maria Cecilia Autsch), da Congregação das Irmãs da Santíssima Trindade; nascida em 26 de março de 1900 em Röllecken (Alemanha) e morta no campo de concentração de Birkenau, em Auschwitz (Polônia) em 23 de dezembro de 1944.

- da Serva de Deus Maria Edvige Zivelonghi, religiosa professa da Congregação das Filhas de Jesus, nascida em Gorgusello di Breonio (Itália) em 26 de abril de 1919 e morta em 18 de março de 1949 em Sant’Ambrogio di Valpolicella (Itália).

21 maio 2018, 15:15