Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco encontra bispos da Conferência episcopal regional chinesa, em visita ad limina apostolorum Papa Francisco encontra bispos da Conferência episcopal regional chinesa, em visita ad limina apostolorum  (Vatican Media)

Arcebispo de Taipei: Francisco, um pai que escuta os filhos

Dom Hung relata o encontro dos bispos de Taiwan com o Papa por ocasião da visita ad Limina. Francisco expressou seu amor pela Igreja em Taiwan e na China continental

Francesco Liang Zhipeng, Silvonei José – Cidade do Vaticano

Os sete bispos de Taiwan depois de dez anos vieram ao Vaticano para a sua visita ad Limina. Nestes dias visitaram os vários Dicastérios da Cúria Romana e foram recebidos pelo Papa Francisco no dia 14 de maio. O arcebispo de Taipei, John Hung Shan-chuan, deu uma entrevista ao Vaticano News, falando sobre o encontro com o Santo Padre e sobre os temas tocados durante o colóquio, definido "familiar".

Felizes em encontrar o Papa

Dom Hung disse que os bispos de Taiwan ficaram "muito felizes em poder se encontrar com o Papa", que sentem como um pai "afável e humilde". O colóquio - disse o prelado – se realizou em um clima familiar, com o Papa que, como um pai, escutou com paciência, e os bispos que, como filhos, contaram suas situações com franqueza e espontaneidade.

O convite para visitar Taiwan

O arcebispo recordou então que a Igreja em Taiwan celebrará o Congresso Eucarístico Nacional no dia primeiro de março do próximo ano. O Santo Padre foi convidado pelos bispos a visitar a ilha de Taiwan para participar deste evento eclesial.

Diálogo inter-religioso fecundo

Falando da vida e das atividades da Igreja em Taiwan, Dom Hung destacou o diálogo inter-religioso. Nos últimos anos, a Igreja organizou uma série de conferências e diálogos com outras religiões, como o budismo e o taoísmo, eventos que se mostraram muito fecundos.

Pequena comunidade mas muito ativa no campo social e formativo

O arcebispo de Taipei especificou que a Igreja de Taiwan é uma pequena comunidade, representando, de fato, apenas 1% da população. Além disso, na ilha há cerca de 200 mil católicos estrangeiros, entre trabalhadores e casais de outros países. Mas é uma Igreja muito ativa: administra dez hospitais, casas de repouso e centros para pessoas com deficiências. Quase 50% da assistência social é oferecida pela Igreja local. Ela também é muito ativa no âmbito educativo e formativo.

Taiwaneses admirados pela atenção do Papa aos pobres

O prelado expressou então sua sincera gratidão pela atenção que o Papa dirige aos mais fracos e aos pobres e disse que sua proximidade aos marginalizados é muito apreciada pelos taiwaneses. Os sacerdotes de Taiwan estudam e aprofundam com grande atenção o magistério do Papa Francisco.

Amor do Papa pela Igreja em Taiwan e na China continental

Entre os outros temas abordados durante a conversa com o Santo Padre, também o problema das vocações juvenis. Enfim, o arcebispo de Taipei destacou a solicitude e o amor do Santo Padre pela Igreja em Taiwan e na China continental.



16 maio 2018, 15:39