Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Papa Francisco falando Papa Francisco falando 

Papa Francisco aos reitores de seminários de língua alemã

Nesta manhã de 08/03, o Papa Francisco encontrou-se com os reitores dos seminários de língua alemã reunidos em Roma para uma reunião.

Cidade do Vaticano 

No seu discurso aos reitores o Papa disse que “devemos reconhecer que estão surgindo novas e diferentes formas culturais que não se enquadram nos modelos que conhecemos. Devemos desnudar-nos de alguns hábitos aos quais estamos ligados e nos envolvermos com o que ainda é desconhecido.

Mas, mesmo nisso, podemos sempre olhar para Jesus que sofreu, morreu e ressuscitou. Nas suas feridas, bem como nas do mundo, podemos reconhecer os sinais da Ressurreição. Esta certeza sempre nos coloca novamente na estrada como testemunhas de esperança.”

O Papa ressaltou que as vocações não podem ser criadas por nós, mas que o bom testemunho do chamado misericordioso de Deus, ajuda a sairmos de nós mesmos e pôr-se em direção ao próximo, representadas nas pessoas concretas, que precisam de Deus e da nossa presença.

“Queridos confrades, as vocações nós não podemos criá-las. Podemos, em vez disso, ser testemunhas do chamado do Deus misericordioso dirigido a nós.

“ Ele nos chama, para que saiamos do nosso "eu" e nos voltemos para o "você". Este "você" está na pessoa concreta dos necessitados, daqueles que precisam da proximidade dos homens e da proximidade de Deus. ”

Aos jovens vocacionados ao sacerdócio, Francisco envia por meio de seus reitores a seguinte orientação:  “ao mesmo tempo, todos somos sempre chamados a uma comunidade maior, a dos Kyriakoi, aqueles que pertencem ao Senhor. Esta comunidade nos sustenta para que possamos responder de todo o coração ao chamado de Deus.”

Concedendo a benção apostólica a todos os candidatos ao sacerdócio, confia-os também à proteção da Beata Virgem Maria, pedindo, enfim, para que sempre rezarem por ele.
 

08 março 2018, 10:47