Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Papa Francisco, Rito do lava-pés Papa Francisco, Rito do lava-pés 

O Papa Francisco na Quinta-feira Santa no cárcere "Regina Coeli"

Pela quarta vez em cinco anos de Pontificado, o Papa Francisco escolhe uma prisão para realizar o rito do lava-pés. No primeiro ano, ele foi o cárcere juvenil de Casal del Marmo, depois em 2015 ao de Rebibbia. No ano passado, à prisão de Paliano, na província de Frosinone.

Cidade do Vaticano

Quinta-feira Santa 29 de março, às 16 horas locais, o Papa Francisco vai visitar a Casa de Detenção “Regina Coeli” em Roma, para a celebração da Santa Missa “in Coena Domini”.

A visita prevê: o encontro com presos doentes na enfermaria; a celebração eucarística com o rito do lava-pés a 12 presos, na “Rotonda”, parte central da prisão; um encontro com alguns presos da VIII Seção.

No ano passado, na prisão de Paliano

“Uma vez - recordou no ano passado o Papa na homilia da Missa na prisão de Paliano - os discípulos discutiram entre si sobre quem era o maior, o mais importante, e Jesus disse: ‘aquele que quer ser o maior deve fazer-se pequeno e servo, é o que Deus faz conosco, nós que somos pobres, mas ele é grande, ele é bom, ele nos ama, pensamos - disse sobre o lava-pés que estava prestes a fazer a 12 presos, incluindo 3 mulheres e um islâmico - esta cerimônia, que não é uma cerimônia folclórica, é um gesto para recordar o que Jesus fez. Depois de lavar os pés dos discípulos ele tomou o pão e o vinho e nos deu o amor de Deus, pensemos no amor de Deus hoje”. A visita do Papa, como nas outras Missas “in Coena Domini” nas prisões, sempre teve um caráter estritamente privado.

Papa celebrará no cárcere Regina Coeli, na Quinta-feira Santa
20 março 2018, 15:37