Versão Beta

Cerca

Vatican News
Audiência do Papa Francisco aos Membros do Conselho Nacional Antiusura na Sala Clementina Audiência do Papa Francisco aos Membros do Conselho Nacional Antiusura na Sala Clementina 

Papa Francisco: a corrupção avança por toda parte

Em uma carta ao Conselho Nacional Antiusura, o Papa convida a comprometer-se com coragem ao lado das vítimas desta traiçoeira violência

Cidade do Vaticano

É necessário “manter um alto nível de atenção às vítimas” da “traiçoeira violência” da usura para que “cada pessoa se sinta ouvida e guiada para sair da espiral de exclusão e de iniquidade”: é o que escreve o Papa Francisco numa carta ao Conselho Nacional Antiusura, após a audiência de 3 de fevereiro último, durante a qual o organismo lhe entregou uma doação.

A corrupção avança por toda parte

O Papa agradece pelo “generoso gesto de caridade” que ele “imediatamente transferiu aos irmãos marcados pela privação da dignidade humana: eles são de fato o banco mais seguro do Reino dos Céus”. Francisco salienta com preocupação que “estamos passando por momentos muito difíceis que veem a corrupção avançar por toda parte”. Sua exortação é fazer chegar a todos “o consolo ativo do amor salvador de Deus sem olhar para erros, quedas e recaídas”.

Ajudar a sair do túnel da usura e do jogo

Portanto, conclui: “continuem com seu serviço com perseverança e coragem: é um fermento precioso para toda a sociedade. As vítimas da usura e dos jogos de azar sabem bem que através da ajuda de vocês podem iniciar um novo caminho. Contagiem todos com a esperança para que sejam sempre mais numerosas as pessoas que saem do “túnel” da usura e do jogo de azar”.

22 fevereiro 2018, 12:25