Cerca

Vatican News
Greg Burke, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé Greg Burke, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé 

Greg Burke: o Papa encontra habitualmente as vítimas de abusos

O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé responde aos jornalistas em mérito às notícias da conversa do Papa com os jesuítas durante sua viagem ao Peru.

Cidade do Vaticano

“Várias vezes ao mês, o Santo Padre encontra vítimas de abusos sexuais seja individualmente, seja em grupos”: foi o que confirmou o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke, respondendo às perguntas dos jornalistas, em mérito às notícias sobre o colóquio do Papa com os jesuítas durante a sua viagem ao Peru.

“O Papa Francisco - sublinhou Burke - escuta as vítimas e procura ajudá-las a curar as graves feridas causadas pelos abusos sofridos. Os encontros se realizam na mais estrita reserva, respeitando as vítimas e seus sofrimentos”.

Falando com os religiosos da Companhia de Jesus em Lima, Peru, o Papa afirmara que a questão dos abusos é a maior desolação que a Igreja está passando. Francisco sublinhou que na Igreja muitos afirmam que a maior parte dos pedófilos está no âmbito da família e que a porcentagem de sacerdotes católicos é de apenas 1,6%, 2%.

“Mas é terrível - disse o Papa - mesmo se fosse um só desses nossos irmãos! Porque ele foi ungido para santificar crianças e adultos, e ele as destruiu. É horrível! Devemos escutar o que sente um abusado ou uma abusada”.

Então o Papa contou aos jesuítas peruanos que na sexta-feira - e isso nem sempre se divulga - se encontra com alguns deles. “O caminho deles é muito difícil, estão aniquilados. Para a Igreja é uma grande humilhação. Isso nos mostra não apenas a nossa fragilidade, mas também, digamos claramente - observou o Papa – o nosso nível de hipocrisia”.

Papa encontra semanalmente vítimas de pedofilia

 

15 fevereiro 2018, 12:48