Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Nas noites em Lima, Papa saudou os fiéis da sacada da Nunciatura Nas noites em Lima, Papa saudou os fiéis da sacada da Nunciatura  (Vatican Media)

Igreja peruana vai aprofundar questões levantadas pelo Papa no país

Em coletiva à imprensa, bispos peruanos anunciaram a criação de um comitê especial para analisar os desafios do país à luz dos discursos de Francisco nos quatro dias em que esteve em Puerto Maldonado, Trujillo e Lima.

Lima 

A CEP, Conferência Episcopal Peruana criará um comitê especial para trabalhar sobre as questões mais urgentes apontadas pelo Papa Francisco em sua passagem pelo país: tráfico e exploração de pessoas, violência contra mulheres e poluição ambiental. Os temas serão em seguida debatidos na Assembleia Plenária da Conferência, em março.

A notícia foi comunicada pelo arcebispo de Trujillo, Dom Miguel Cabrejos, em uma coletiva convocada para fazer um balanço da visita papal e os desafios que a Igreja peruana deve enfrentar à luz dos discursos de Francisco nos quatro dias em que esteve no Peru. O Núncio apostólico, Dom Nicola Girasoli, também participou da coletiva

A importância do Sínodo Pan-amazônico para aprofundar os temas de Porto Maldonado

Dom David Martínez de Aguirre Guinea, que foi o coordenador da mídia na visita papal, afirmou que as questões levantadas pelo Papa sobre a região amazônica peruana foram fortes e complexas. Neste sentido, destacou a importância do Sínodo convocado para 2019, em que tais temas poderão ser aprofundados.

O Coordenador geral da visita, Dom Norberto Strotmann, acrescentou que a visita do Papa deve ser para a Igreja um ponto de partida, e não de chegada. Enfim, o Presidente dos bispos peruanos, Dom Salvador Piñeiro, ressaltou que o sucesso da visita se deve precisamente à sua preparação. 

Ouça e compartilhe

 

 

25 janeiro 2018, 08:24