Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco com os Rohingya, um dos momentos mais marcantes desta viagem apostólica Papa Francisco com os Rohingya, um dos momentos mais marcantes desta viagem apostólica  (AFP or licensors)

Papa a Rohingyas: peço-vos perdão em nome de quem vos perseguiu

A presença de Deus hoje se chama também Rohingya.

Daca

A vossa tragédia é muito dura e dolorosa, mas vos damos espaço no coração. Em nome de todos aqueles que vos perseguiram, que vos fizeram mal, peço perdão. Com essas palavras, o Papa Francisco dirigiu-se esta sexta-feira (01/12) em Bangladesh a um grupo de refugiados Rohingya, 16 pessoas que fugiram de Mianmar. O Santo Padre as recebeu ao término do encontro inter-religioso e ecumênico em favor da paz realizado na capital Daca.

Não fechemos o nosso coração.

Também estes irmãos e irmãs são a imagem do Deus vivo. Uma tradição de vossa religião diz que Deus pegou a água e jogou sal nela, a alma dos homens. Todos trazemos o sal de Deus dentro de nós. Também estes irmãos e irmãs.

“ Faço apelo ao vosso grande coração a fim de que seja capaz de conceder-nos o perdão que pedimos. ”

Foi o  disse o Pontífice falando diretamente a eles espontaneamente, ou seja, sem um texto previamente preparado.

Continuemos fazendo-nos próximos deles a fim de que seus direitos sejam reconhecidos. Não fechemos o nosso coração, não desviemos o olhar para o outro lado. A presença de Deus hoje se chama também Rohingya. Cada um tem a sua resposta, concluiu Francisco.

02 dezembro 2017, 14:39