Cerca

Vatican News
Encontro do Papa com as Autoridades Civis e Corpo Diplomático Encontro do Papa com as Autoridades Civis e Corpo Diplomático 

Embaixador brasileiro presente no primeiro discurso do Papa em Mianmar

Numa longa entrevista ao Programa Brasileiro, o Embaixador Antônio José Maria de Souza e Silva analisa a relação entre os dois países.

Bianca Fraccalvieri - Yangun

O Papa Francisco profere seu primeiro discurso em terras birmanesas às autoridades civis, políticas e ao corpo diplomático. No Centro Internacional de Convenções na capital Nay Pyi Taw, o Brasil é representado pelo Embaixador Antônio José Maria de Souza e Silva.

O diplomata presta serviço em Yangun há nove meses. Aliás, o Brasil abriu sua Embaixada há apenas sete anos, com o início do processo democratização em Mianmar. Desde então, as parcerias econômicas têm aumentado.

Nosso país exporta aviões (a Embraer transportou os jornalistas do voo papal de Yangun até a capital), ônibus e mais recentemente maquinários para a colheita da cana de açúcar. A comunidade brasileira em Mianmar é pequena, composta por cerca de 30 pessoas, sobretudo funcionários de organizações internacionais e, curiosamente, por dois jogadores de futebol.

Nesta longa entrevista ao Programa Brasileiro, o Embaixador analisa a relação entre os dois países, os desafios comuns e comenta o significado da visita do Papa Francisco a Mianmar:

O diplomata presta serviço em Yangun há nove meses.
28 novembro 2017, 15:42