Versão Beta

Cerca

Palavra do dia

banner parola.jpg
Data09/12/2018

Leitura do Dia

Primeira Leitura

Leitura do Livro do Profeta Baruc

5,1-9

Despe ó Jerusalém, a veste de luto e de aflição,
e reveste, para sempre, os adornos da glória
vinda de Deus.
Cobre-te com o manto da justiça que vem de Deus e
põe na cabeça o diadema da glória do Eterno.
Deus mostrará teu esplendor, ó Jerusalém,
a todos os que estão debaixo do céu.
Receberás de Deus este nome para sempre:
'Paz-da-justiça e glória-da-piedade'.
Levanta-te, Jerusalém, põe-te no alto
e olha para o Oriente!
Vê teus filhos reunidos pela voz do Santo,
desde o poente até o levante,
jubilosos por Deus ter-se lembrado deles.
Saíram de ti, caminhando a pé,
levados pelos inimigos.
Deus os devolve a ti, conduzidos com honras,
como príncipes reais.
Deus ordenou que se abaixassem
todos os altos montes e as colinas eternas,
e se enchessem os vales, para aplainar a terra,
a fim de que Israel caminhe com segurança,
sob a glória de Deus.
As florestas e todas as árvores odoríferas,
darão sombra a Israel, por ordem de Deus.
Sim, Deus guiará Israel, com alegria,
à luz de sua glória, manifestando a misericórdia
e a justiça que dele procedem.

Segunda Leitura

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses
1,4-6.8-11

Irmãos:
Sempre em todas as minhas orações
rezo por vós, com alegria,
por causa da vossa comunhão conosco
na divulgação do Evangelho,
desde o primeiro dia até agora.
Tenho a certeza de que
aquele que começou em vós uma boa obra,
há de levá-la à perfeição até ao dia de Cristo Jesus.
Deus é testemunha de que tenho saudade de todos vós,
com a ternura de Cristo Jesus.
E isto eu peço a Deus:
que o vosso amor cresça sempre mais,
em todo o conhecimento e experiência,
para discernirdes o que é o melhor.
E assim ficareis puros e sem defeito
para o dia de Cristo,
cheios do fruto da justiça
que nos vem por Jesus Cristo,
para a glória e o louvor de Deus.

Evangelho do Dia

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas
3,1-6

No décimo quinto ano do império de Tibério César,
quando Pôncio Pilatos era governador da Judéia,
Herodes administrava a Galiléia,
seu irmão Filipe, as regiões da Ituréia e Traconítide,
e Lisânias a Abilene;
quando Anás e Caifás eram sumos sacerdotes,
foi então que a palavra de Deus
foi dirigida a João, o filho de Zacarias, no deserto.
E ele percorreu toda a região do Jordão,
pregando um batismo de conversão
para o perdão dos pecados,
como está escrito
no Livro das palavras do profeta Isaías:
'Esta é a voz daquele que grita no deserto:
'preparai o caminho do Senhor,
endireitai suas veredas.
Todo vale será aterrado,
toda montanha e colina serão rebaixadas;
as passagens tortuosas ficarão retas
e os caminhos acidentados serão aplainados.
E todas as pessoas verão a salvação de Deus''.

Palavras do Santo Padre

Neste tempo de Advento, deixemo-nos guiar pela exortação do Batista: «Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas!», diz-nos (v. 3).
Nós preparamos o caminho do Senhor e endireitamos as suas veredas, quando examinamos a nossa consciência, quando perscrutamos as nossas atitudes pecaminosas que mencionei, que não são de Deus: o sucesso a todo o custo; o poder em detrimento dos mais débeis; a sede das riquezas; o prazer a qualquer preço.
Que a Virgem Maria nos ajude a preparar-nos para o encontro com este Amor-sempre-maior, que é aquele que traz Jesus, que na noite de Natal se faz pequenino, como uma semente caída na terra. E Jesus é esta semente: a semente do Reino de Deus. (Angelus, 4 dezembro 2016)