Busca

Vatican News
Madrugada com carinho Madrugada com carinho 

Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua

O Projeto Madrugada com Carinho está aos poucos retornando à assistência aos moradores de rua em Itaperuna (RJ). Levar o agasalho para aquecer, o alimento e o cuidado unindo Igrejas católicas e evangélicas. Uma missão DE acolher, servir e amar. Participam da Madrugada com carinho a Segunda Igreja Batista, Igreja Evangélica Encontro com Jesus, Ministério Missão em Obras, Matriz São José do Avahy e Matriz Santa Rita de Cássia.

Ricardo Gomes – Diocese de Campos

“Há cerca de dois anos o Ministério em Obras atua servindo as pessoas em situação de rua. Em um período de muito frio no mês de julho de 2019, o Senhor começou a nos despertar e a voltar nossos corações as pessoas que estavam na rua, sofrendo com as baixas temperaturas e possivelmente com fome. Foi então que soubemos que havia um projeto chamado Madrugada Com Carinho, o qual prestava assistência a esses cidadãos durante a noite. Fizemos contato e nos propomos a assumir um dia da semana, no qual levaríamos roupas, cobertores, quentinhas, café e o mais importante: Jesus.” Juliana Miranda de Souza Pádua, Fundadora do Ministério Missão em Obras

O Projeto Madrugada com Carinho, que estava sendo realizado antes da pandemia, em Itaperuna (RJ) aos poucos está retornando e com a chegada do inverno unindo igrejas católica e evangélica. A missão de cuidar, proteger e exercida por voluntários das paroquias da cidade e de evangélicos que se unem para o cuidado com as populações em situação de rua.

Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua
Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua

Uma ação social que une representantes de igrejas evangélicas de Itaperuna para o cuidado com moradores em situação de rua, levando o pão, solidariedade e promovendo dignidade. Uma missão que nasceu na Primeira Igreja Batista de Itaperuna e aos poucos reunindo paróquias, para alimentar e cuidar dessa população vulnerável e neste tempo de pandemia necessitando de ajuda.

Além de levar o alimento as equipes procuram ajudar a dar às pessoas dignidade e cuidado buscando a transformação da realidade. Lições de vida a cada visita solidária. As ações contam com o trabalho de voluntários. O diácono permanente da Paroquia São José do Avahy e sua esposa Neide Bortolino estão iniciando juntamente a um grupo da paroquia arrecadação de cobertores e agasalhos para amenizar o frio neste período.

Madrugada com carinho

“Um aspecto importante da Madrugada com carinho é o fato de unir em favor dos irmãos em situação de rua, cristãos católicos e evangélicos de diversas denominações. Ainda que tenhamos eventuais divergências, mas nos une o amor a Cristo na pessoa do irmão que sofre. Este serviço executado de maneira conjunta também é benefício para os irmãos necessitados, uma vez que possibilita um atendimento diário que vamos ao encontro dos sofredores, excluídos da sociedade e nessa missão tornamos seus rostos visíveis e despertamos a muitos a ajudarem neste tempo marcado pela dor e sofrimento”, destaca o diácono Francelino.

Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua
Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua

Sofrimento e dor: a triste realidade de quem perde tudo e deixa seus lares para viver pelas ruas, vulneráveis a violência e as intempéries da fome e do frio nas madrugadas.

Unir religiosos de confissões evangélicas e católicos para juntos ajudar a acolher, cuidar e amar os esquecidos pela sociedade. Vivendo nas ruas sofrendo discriminação e até violência. Pessoas invisíveis os moradores em situação de rua encontram no Grupo Madrugada com Carinho o alimento, o agasalho e o amor. E a essas pessoas que o Ministério Missão em Obras dedica seu tempo e o desafio de sair nas madrugadas frias de Itaperuna. Uma experiência que une voluntários para diminuir o sofrimento dessa população em vulnerabilidade social. Juliana Miranda de Souza Pádua, fundadora e voluntária do Ministério em Obras que atende o Madrugada com Carinho uma vez por semana relata essa experiencia de diálogo inter-religioso para a construção de pontes de compaixão e de cuidado.

Madrugada com carinho

“Fazer parte do Projeto Madrugada com Carinho é exercer o chamado de Deus em servir, amar ao próximo é o Cristianismo na prática. Cuidar das pessoas em situação de rua tem sido uma experiencia ao longo desses anos de extrema aprendizagem e tratamento de Deus em minha vida e de minha família. Um projeto acadêmico onde a união de diferentes denominações manifestando a unidade do Corpo de Cristo, trazendo não só o alimento físico, mas espiritual”, declara Juliana.

Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua
Madrugada com carinho: cuidar dos moradores em situação de rua

A missionária revela a experiência com a criação de vínculos e conhecer as histórias e reunir voluntários de diferentes credos religiosos para ajudar a essa parcela da população marginalizada e excluída do convívio social. E o Projeto Madrugada com Carinho possibilita essas experiências.

“Aproximamo-nos e criamos vínculos com algumas pessoas em situação de rua, conhecemos um pouco da história de cada um e nos sentimos honrados por isso. Atualmente, trabalhamos com a entrega de quentinhas, distribuição de roupas, cobertores, meias, toucas e tapetes térmicos. Distribuímos Kits de Higiene contendo proteção contra o Covid-19 (máscaras e álcool em gel)”, conclui Juliana.

Cuidar e transformar vidas

“Olhar nos olhos, ouvir suas histórias sem julgar e muito menos condenar. Desafios são muitos, preconceitos e ao final a alegria de mudar histórias de dor no resgate da dignidade. Se conseguirmos tirar uma pessoa das ruas nessa missão, valeu apena a luta.” Eucimar de Souza Machado.

Resgatar um casal homoafetivo das ruas foi uma ação conjunta com apoio da missão de cuidar e da união com o poder público. Marlon e Sheila viviam nas ruas. Com o tempo tiveram suas histórias transformadas e hoje vivem numa residência com dignidade. Marlon trabalha com carteira assinada e consegue prover o necessário a uma vida simples. Eucimar de Souza Machado comemora essa conquista.

Madrugada com carinho

Eucimar relata que tudo começou com o diálogo e acolhida. Muitas vezes parava para ouvir e aos poucos a história marcada pelo sofrimento foi sendo transformada. Primeiro deixou o vício do álcool. E finalmente conseguiu uma residência e com a ajuda de muitos se fixaram e Marlon conseguiu um emprego de carteira assinada. Vidas restauradas e com dignidade. São as lições de vida escritas pelo amor, solidariedade e cuidado.

Uma experiencia de amor

Fabiano Bastos Chaves, da Segunda Igreja Batista recorda o início do Madrugada com Carinho, um sonho do Pastor Mauro Sérgio da Silva Ribeiro que nasceu em maio de 2017 e devido a pandemia - ficou um tempo um pouco parado - está retornando aos poucos e com todos os protocolos sanitários. Levar o alimento e os agasalhos, mas buscar ajudar as pessoas em situação de rua a mudarem as suas histórias.

O exemplo do padre Júlio Lancelotti
O exemplo do padre Júlio Lancelotti

Servir ao próximo é servir a Cristo. Se dermos de comer, beber, vestir a quem tem fome, sede e está nú, fazemos para o próprio Deus” recorda Juliana.

São os pobres que revelam as lições e são os mestres que ensinam que o Evangelho é para ser vivido. Gestos simples, mas capazes de transformar vidas. Olhar nos olhos, ver e ouvir a realidade de cada um com as suas histórias, suas lutas e medos de enfrentar a realidade de estar vivendo nas ruas. Um olhar que revela a compaixão pelo pobre e buscar transformar a triste e dura sobrevivência. Invisíveis a sociedade que discrimina e condena. Essas pessoas representam os milhares de crucificados no mundo.

O exemplo do padre Júlio Lancelotti, em São Paulo inspira Fabiano Bastos Chaves, atual Coordenador do Projeto Madrugada com Carinho. E este exemplo o leva a lutar para reunir pessoas de todas as religiões para levar a Boa Nova do Evangelho a todos com palavras e ações que buscam mudar a atual sociedade de consumo, numa sociedade mais humana que viva a partilha e construam pontes de paz e de fraternidade.

Madrugada com carinho
02 agosto 2021, 14:29