Busca

Vatican News

Guiné Equatorial. Explosões em Bata: a solidariedade dos bispos africanos

Segundo os últimos relatórios da série de explosões ocorridas no quartel militar de Enkoantoma em Bata, 105 pessoas perderam a vida e 615 ficaram feridas, das quais 482 tiveram alta dos hospitais da cidade. Vários países enviaram equipes de resgate e ajudas para Bata, incluindo Espanha, Venezuela, Israel e França. Não se exclui que os serviços de resgate encontrem outras vítimas no epicentro das deflagrações, que explodiram o depósito de pólvora do quartel e destruíram mais de 100 casas. Na nota, o pesar e solidariedade dos bispos africanos

Vatican News

Ouça e compartilhe

"Às famílias de todos aqueles que perderam entes queridos, nós, bispos católicos da África, expressamos nossas mais sentidas condolências. A todos os feridos e a todos aqueles que de algum modo foram atingidos pelas explosões, expressamos nossa proximidade espiritual e nossa solidariedade."

É o que afirma uma nota enviada à Fides - agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos - pelo Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (SECAM) sobre a série de explosões que em 7 de março sacudiram Bata, a cidade mais populosa e capital econômica da Guiné Equatorial, na África central.

Explosões deixaram 105 mortos e 615 feridos

Os membros do SECAM afirmam encontrar-se "profundamente entristecidos" com a "situação trágica e deplorável" causada pela tragédia "agravada pela atual pandemia do coronavírus".

Segundo os últimos relatórios da série de explosões ocorridas no quartel militar de Enkoantoma em Bata, 105 pessoas perderam a vida e 615 ficaram feridas, das quais 482 tiveram alta dos hospitais da cidade, que tem uma população de pouco mais de 250 mil habitantes.

O Senhor está perto dos corações contritos

"Momentos como este levantam dúvidas sobre a onipotência e onipresença de Deus, especialmente para aqueles na angústia e na dor", afirma a mensagem do SECAM. "Mas, como lemos no Salmo 34,19, 'O Senhor está perto dos corações contritos, ele salva os espíritos abatidos'."

"Convidamos a Igreja e as organizações civis e a todas as pessoas de boa vontade da África e de outras partes do mundo para que venham em auxílio de nossos irmãos e irmãs na Guiné Equatorial", exortam os bispos africanos.

Deflagrações destruíram mais de 100 casas

"Queridos irmãos e irmãs da Guiné Equatorial, estejam certos de que a Igreja-Família de Deus na África está perto de vocês e os traz consigo em suas orações diárias e dirige súplicas a Jesus Cristo para consolá-los e fortalecê-los. Elevem o olhar para Deus com esperança; ela sofre com vocês e não os abandonou. Tenham coragem! Que a Virgem Maria, Rainha da África, assegure proteção materna a seus filhos", conclui a mensagem.

Vários países enviaram equipes de resgate e ajudas para Bata, incluindo Espanha, Venezuela, Israel e França. Não se exclui que os serviços de resgate encontrem outras vítimas no epicentro das deflagrações, que explodiram o depósito de pólvora do quartel e destruíram mais de 100 casas.

(Fides)

16 março 2021, 16:02