Busca

Vatican News
Dia Internacional da Fraternidade Humana 04 de fevereiro de 2021 Dia Internacional da Fraternidade Humana 04 de fevereiro de 2021 

Jordânia: encontro on-line para celebrar o 1° Dia Internacional da Fraternidade Humana

O evento foi organizado pelo Centro Católico de Estudos e Mídia (CCSM) da Jordânia para celebrar a Semana Mundial da Harmonia Inter-religiosa, que ocorre na primeira semana de fevereiro, e o primeiro Dia Internacional da Fraternidade Humana.

Vatican News

A celebração do Dia Internacional da Fraternidade Humana, instituído em 21 de dezembro passado por uma resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, responde ao convite claro feito pelo Papa Francisco a toda a humanidade a fim de construir um presente de paz no encontro com o outro.

Ouça e compartilhe

Foi o que disse o encarregado de Assuntos da Nunciatura Apostólica em Amã, mons. Mauro Lalli, durante um encontro on-line, na quinta-feira (04/02), organizado pelo Centro Católico de Estudos e Mídia (CCSM) da Jordânia para celebrar a Semana Mundial da Harmonia Inter-religiosa, que ocorre na primeira semana de fevereiro, e o primeiro Dia Internacional da Fraternidade Humana.

Segundo o site Abouna.org, mons. Lalli definiu a iniciativa do Centro Católico de Estudos e Mídia uma forma de criar uma autêntica amizade social, como pede o Papa, e definiu o “Documento sobre a Fraternidade Humana para a Paz mundial e a Convivência comum” assinado por Francisco e o Grão Imame de Al-Azhar, Ahmed Tayeb, em Abu Dhabi, em 4 de fevereiro de dois anos atrás, uma proposta e um projeto para as relações entre cristãos e muçulmanos, que representa tanto o objetivo quanto o ponto de partida de uma progressiva abertura recíproca ao diálogo entre o mundo islâmico e outras religiões monoteístas.

O encontro foi aberto com a leitura de versículos da Bíblia e do Alcorão. Um dos participantes foi o vigário episcopal do Patriarcado Latino de Jerusalém para a Jordânia, dom William Shomali. O prelado disse que a fraternidade se baseia na cultura do diálogo, aceitação do outro, partilha de responsabilidades, amor recíproco e acrescentou que é necessário difundir a mensagem da fraternidade em todos os momentos e em todos os lugares, especialmente nas escolas e universidades, como parte de um currículo estruturado.

Por sua vez, o representante do Ministério de Assuntos Islâmicos, Bassam Al-Qawasmi, parabenizou o Centro Católico de Estudos e Mídia pela iniciativa e observou que a convivência inter-religiosa na Jordânia é um exemplo, enquanto o presidente da Suprema Corte, Abdul-Hafez Irbita, evidenciou os denominadores comuns entre o cristianismo e o islamismo.

Hassan Abu Arqoub, mufti do Departamento Geral do Ifta na Jordânia, enfatizou que o Reino Hachemita é um modelo a ser emulado no diálogo e na vida comum. Durante o encontro, na qual participaram várias personalidades, numerosos acadêmicos e jornalistas, foi exibido o curta-metragem “Fraternidade e humanidade”, preparado pelo Centro Católico de Estudos e Mídia, sobre as diversas iniciativas de diálogo e humanitárias, lançadas pelo Reino Hachemita da Jordânia.

 Vatican News Service - TC/MJ

05 fevereiro 2021, 13:54