Busca

Vatican News
Funcionários descarregam caixas de vacinas AstraZeneca / Oxford no Aeroporto Internacional de Kotoka, em Accra. Funcionários descarregam caixas de vacinas AstraZeneca / Oxford no Aeroporto Internacional de Kotoka, em Accra. 

Gana recebe primeira remessa de vacinas da COVAX

Covax é uma iniciativa que envolve a coalização de 165 países para garantir vacinas contra a Covid-19 às nações mais pobres. Nesta quinta-feira, o país africano registrava 81.245 casos de contágios e 584 mortes.

Vatican News

Gana recebeu na quarta-feira, 24, a primeira remessa de vacinas da COVAX contra a Covid-19. Os representantes do UNICEF e da OMS no país - Anne-Claire Dufay e Dr. Francis Kasolo, respectivamente - demonstraram satisfação afirmando que “esta é uma ocasião importante (...). O caminho de recuperação para o povo de Gana pode finalmente começar”.

“A única maneira de sair desta crise  – destacam em um comunicado -  é garantir que as vacinas estejam disponíveis para todos. Agradecemos a todos os parceiros que estão apoiando o Mecanismo COVAX para fornecer vacinas Covid-19 seguras e eficazes a todos os países, de forma rápida e justa”.

Essas 600.000 vacinas COVAX fazem parte de um primeiro lote de remessas da vacina AstraZeneca / Oxford licenciado ao Serum Institute of India, que representam parte da primeira leva de vacinas contra a Covid destinadas a diversos países de renda baixa e média.

Os embarques também representam o início daquela que deve ser a maior operação de aquisição e fornecimento de vacinas da história. “O Mecanismo COVAX planeja entregar quase 2 bilhões de doses de vacinas Covid-19 este ano. Este é um esforço global sem precedentes para garantir que todos os cidadãos tenham acesso às vacinas.”

“Estamos muito satisfeitos com o fato de Gana ter se tornado o primeiro país a receber vacinas Covid-19 do Mecanismo COVAX. Parabenizamos o governo de Gana - em particular o Ministério da Saúde, o Serviço de Saúde de Gana e o Ministério da Informação - por seus esforços incessantes para proteger a população. Como parte do Country Team das Nações Unidas em Gana, o UNICEF e a OMS reafirmam seu compromisso de apoiar a campanha de vacinação e conter a propagação do vírus, em estreita colaboração com todos os parceiros, incluindo Gavi e a Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI).

“As vacinas salvam vidas - reiteram ao concluir a mensagem. À medida que os profissionais de saúde e outros funcionários da linha de frente forem vacinados, poderemos ver gradualmente um retorno ao normal, incluindo melhor acesso a serviços de saúde, educação e proteção. No espírito da cobertura universal de saúde, não deixemos ninguém para trás."

Nesta quinta-feira, o país africano registrava 81.245 casos de contágios e 584 mortes.

*Com UNICEF/OMS

25 fevereiro 2021, 07:00