Vatican News

República Dominicana. Agrava-se violência às mulheres e às famílias

"Que dor começar esta nova era em 2021 com dois eventos trágicos. A morte violenta de duas mulheres logo no início de 2021, em menos de 48 horas, provoca impotência e tristeza. Por favor, basta com esta situação! Nossa sociedade está em declínio a cada dia. Até quando suportaremos esta situação, como terminará nossa pobre sociedade?", escreve dom Jesús Castro Marte, acrescentando que "devemos buscar semear a paz em 2021"

Vatican News

Ouça e compartilhe

O arcebispo de Santiago e presidente da Conferência Episcopal Dominicana, dom Freddy Bretón Martínez, espera que neste 2021 o país possa ter um sistema judicial que esteja à altura de seu nome, disposto a cumprir bem sua importante missão.

O prelado também implorou a Deus que iluminasse o povo dominicano a fim de que diminua a violência em todas as dimensões. Em seguida, manifestou a esperança de que no novo ano a arrogância em todos os níveis diminua e que aos jovens sejam oferecidas mais oportunidades de trabalho e educação.

Que o respeito prevaleça

Na nota enviada à Fides – agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos –, dom Breton Martínez também faz votos de que haja uma maior conscientização dos cidadãos e que prevaleça o respeito, para que não haja mais agressões, estupros e feminicídios.

O arcebispo de Santiago também se referiu às palavras do bispo da Diocese de Nuestra Señora de La Altagracia, dom Jesús Castro Marte, que no domingo passado, 3 de janeiro, lamentou publicamente o ocorrido no país caribenho: a morte violenta de duas mulheres nos primeiros dias do novo ano.

Devemos buscar semear a paz em 2021

"Que dor começar esta nova era em 2021 com dois eventos trágicos. A morte violenta de duas mulheres logo no início de 2021, em menos de 48 horas, provoca impotência e tristeza. Por favor, basta com esta situação! Nossa sociedade está em declínio a cada dia. Até quando suportaremos esta situação, como terminará nossa pobre sociedade?", escreveu o bispo em sua conta no Tuíter.

Dom Castro Marte acrescentou: "as questões de violência contra as mulheres e as famílias continuam agravando a ferida e causando aflição a centenas de famílias na República Dominicana, devemos buscar semear a paz em 2021".

(Fides)

05 janeiro 2021, 16:20