Busca

Vatican News
Banderia de Gana Banderia de Gana  (AFP or licensors)

Desabamento de uma igreja evangélica em Gana: pelo menos 21 vítimas

Agrava-se o balanço da tragédia ocorrida na parte oriental do país africano, onde um edifício de culto de três andares desabou. As causas ainda são desconhecidas

Amedeo Lomonaco – Vatican News

O número de mortos aumentou para 21 após o desabamento de uma igreja evangélica na última terça-feira na cidade de Akyem Batabi, em Gana. Entre os mortos encontram-se 12 mulheres e uma criança. Um sobrevivente relatou aos meios de comunicação locais que, no momento do desabamento, cerca de 60 pessoas se encontravam no edifício. As causas ainda são desconhecidas, mas algumas fontes informam que o desastre pode estar relacionado com defeitos de construção. Imediatamente após o colapso, socorredores extraíram oito pessoas vivas. O fundador da igreja, conhecido como Akoa Isaac, está ajudando a polícia com a investigação. "Estávamos descansando na igreja", disse um sobrevivente, "quando parte do edifício ruiu". "Começamos a correr, alguns conseguiram escapar, mas outros ficaram encurralados".

O desabamento da igreja evangélica em Gana recorda outras tragédias semelhantes que ocorreram nos últimos anos na África. Em 2016 na Nigéria, em Uyo, no sul do país, uma igreja evangélica que ainda estava em construção desabou. Alguns dias antes, os trabalhadores tinham acelerado o trabalho. E o edifício tinha sido declarado pronto para a inauguração. Mas, durante uma celebração, as vigas metálicas do telhado desmoronaram. Pelo menos 160 pessoas morreram, outras ficaram presas pelos escombros antes de serem resgatadas pelas equipas de socorro. Também na Nigéria, em setembro de 2014, pelo menos 116 pessoas perderam a vida Lagos após o desabamento de outra igreja.

 

25 outubro 2020, 15:45