Busca

Vatican News
Atualmente são 36 os locais destinados ao culto nas estações da Itália, como em Roma Atualmente são 36 os locais destinados ao culto nas estações da Itália, como em Roma  (ANSA)

Assistência pastoral com presença de capelães chega às estações de trem da Itália

Uma convenção entre a Conferência Episcopal Italiana (CEI) e a mais importante companhia ferroviária da Itália, a “Ferrovie dello Stato Italiane” (Fs), garante a presença de capelães nas estações de trem do país. A assistência pastoral será dedicada aos funcionários e às famílias dos ferroviários, mas também aos fiéis que frequentam as igrejas nas estações.

Anna Poce - Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

A convenção foi assinada pelo presidente da Conferência Episcopal Italiana, cardeal Gualtiero Bassetti, e por Gianfranco Battisti, diretor administrativo e gerente geral do Grupo Fs, a mais importante companhia ferroviária da Itália, a “Ferrovie dello Stato Italiane” – uma sociedade que atua tanto no setor de transporte ferroviário, como naquele público na estrada.

A convenção aborda sobre a importância do serviço religioso, moral e de formação prestado pelos capelães, que são chamados a estar próximos daqueles que trabalham no setor ferroviário. De fato, a assistência pastoral será dedicada aos funcionários e às famílias dos ferroviários, mas também aos fiéis que frequentam as igrejas nas estações.

São 36 lugares destinados ao culto nas estações

Já em comunicado, a empresa pública italiana se compromete a garantir a manutenção das igrejas nas estações ferroviárias, a incentivar a livre participação dos funcionários nas celebrações e eventos religiosos. Além disso, também autoriza montar o presépio em modalidade empresarial tanto na sede, como nas demais instalações no país.

Atualmente existem 36 locais destinados ao culto nas estações, conforme descreve o documento. Capelas mais ou menos grandes podem ser encontradas em várias cidades do país, entre elas: Agrigento, Bari, Bolonha, Cagliari, Cosenza, Enna, Florença, Gênova, Milão, Nápoles, Reggio Calabria e Roma.

20 julho 2020, 12:17