Vatican News
Segundo dados de 28 de abril, havia na Tanzânia 299 casos positivos de coronavírus Segundo dados de 28 de abril, havia na Tanzânia 299 casos positivos de coronavírus  (AFP or licensors)

Oração nacional inter-religiosa contra a pandemia na Tanzânia

A iniciativa "foi realizada a pedido de líderes religiosos ao Chefe de Estado, John Pombe Magufuli, com quem se reuniram em 9 de abril para discutir algumas questões nacionais, incluindo a luta contra a Covid-19".

Vatican News

Uma oração inter-religiosa nacional contra a pandemia de "coronavírus" foi realizada nestes dias em Dar es Salaam, na Tanzânia. A Igreja Católica foi representada pelo secretário geral da Conferência Episcopal local, padre Charles Kitima, e pelo arcebispo de Dar es Salaam, Dom Jude Thaddaeus Ruwa'ichi.

A iniciativa – lê-se no site da AMECEA (Associação de Membros das Conferências Episcopais da África Oriental) - "foi realizada a pedido de líderes religiosos ao Chefe de Estado, John Pombe Magufuli, com quem estiveram reunidos em 9 de abril para discutir algumas questões nacionais, incluindo a luta contra a Covid-19".

Ademais, os líderes religiosos "elogiaram o governo pelas medidas tomadas até agora na luta contra o coronavírus". A recordar, que a oração inter-religiosa soma-se aos três dias de oração convocados pelo Chefe de Estado e realizadas 17 a 19 de abril.

Por sua parte, o primeiro-ministro Kassim Majaliwa convidou os líderes religiosos a promover os padrões de segurança sanitárias entre seus fiéis, limitando as reuniões de culto, os encontros e as celebrações com grande número de pessoas.

Segundo dados de 28 de abril, havia na Tanzânia 299 casos positivos de coronavírus, dos quais 11 pacientes recuperados, 256 em tratamento, 7 em terapia intensiva e 10 óbitos. Os casos confirmados foram verificados nas Províncias de Dar es Salaam e Zanzibar, com o maior número de contágios, mas também em Mwanza, Costa, Dodoma, Kagera, Manyara e Morogoro.

O primeiro-ministro convidou os líderes religiosos a promover os padrões de segurança sanitárias entre seus fiéis
O primeiro-ministro convidou os líderes religiosos a promover os padrões de segurança sanitárias entre seus fiéis
28 abril 2020, 08:49