Busca

Vatican News
O Secretário Geral da ONU Antonio Guterres em Madri na inauguração da COP 25 O Secretário Geral da ONU Antonio Guterres em Madri na inauguração da COP 25  (AFP or licensors)

COP 25 sobre o clima: urgente atuar o Acordo de Paris

A Organização das Nações Unidas (ONU) abriu na segunda-feira (2) a cúpula do clima de duas semanas em Madri, a COP 25. Líderes mundiais enfrentam crescente pressão, especialmente de jovens em todo o mundo, para provar que podem evitar os impactos mais catastróficos do aquecimento global. Entrevista com Domenico Gaudioso, especialista em mudança climática

Cidade do Vaticano

A humanidade, que sofre as consequências da mudança climática, deve escolher entre “a esperança” de um mundo melhor ou a “capitulação”. São palavras do secretário geral da ONU, Antonio Guterres ao inaugurar a COP 25 em Madri na segunda-feira (2). No seu discurso Guterres falou aos representantes dos países participantes se realmente querem ser recordados “como a geração que enterrou a cabeça na areia, enquanto o planeta queima”. A 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, COP 25, em Madri, anuncia-se como uma reunião interlocutória, na qual estão reunidos 196 países, especialistas e organizações ambientais de todo o mundo. Um dos objetivos é a revisão dos compromissos assinados pelos países que participam do Acordo de Paris pela redução da emissão de gases que causam o efeito estufa. Atualmente, os objetivos inicialmente previstos são insuficientes para diminuir o aquecimento global. Entrevistamos Domenico Gaudioso, especialista em mudança climática, que participou como auditor no recente Sínodo sobre a Amazônia.

Ouça e compartilhe!

Domenico Gaudioso: Este encontro é de transição, porque deve concluir as definições das regras para a atuação do Acordo de Paris. Recordemos que em 2020 abre-se a fase de atuação do Acordo que até agora foi definido apenas as regras. Porém, ao mesmo tempo, esta COP dedica-se também aos aspectos financeiros para a atuação. Digamos que se define o futuro, principalmente no que se refere a cooperação entre os países e o apoio aos países em desenvolvimento.

Segundo os fatos, as consequências das mudanças climáticas estão se manifestando de modo mais rápido do que o previsto pelos cientistas…

Gaudioso: Sim, principalmente pelo que vemos e vivemos na Itália nos recorda que a mudança climática não será um processo gradual, mas provavelmente será um processo no qual teremos surpresas. Os eventos se manifestarão de maneira improvisa e muito mais violenta do que esperávamos.

Neste sentido, o trabalho de sensibilização que a Igreja está fazendo ao evidenciar a importância do compromisso com o clima se demonstra particularmente necessário e atual…

Gaudioso: Sim, absolutamente. Aqui em Madri, mesmo não sendo o tema central, terá um espaço de escuta para as temáticas discutidas durante o recente Sínodo no Vaticano. Serão realizados encontros aos quais participarão representantes dos povos indígenas. A situação política, em particular para eles, não é muito favorável ao acolhimento de suas propostas e ao respeito de seus direitos, mas talvez esta seja uma ocasião a mais para informar a opinião pública sobre a situação dos países amazônicos

03 dezembro 2019, 11:40