Cerca

Vatican News
Pequena comunidade católica de Aleppo festejou o Natal Pequena comunidade católica de Aleppo festejou o Natal  (AFP or licensors)

Missionária brasileira relata o Natal em Aleppo

Ir. Laudis vive em Aleppo e ali festejou o Natal com a pequena comunidade católica da cidade, que tenta se reerguer da guerra não obstante as dificuldades econômicas.

Bianca Fraccalvieri - Cidade do Vaticano

“Que o Menino Jesus permita, à amada e atormentada Síria, reencontrar a fraternidade depois destes longos anos de guerra. Que a Comunidade Internacional trabalhe com decisão para uma solução política que acabe com as divisões e os interesses de parte, de modo que o povo sírio, especialmente os que foram obrigados a deixar as suas terras e buscar refúgio em outros lugares, possa voltar a viver em paz na sua pátria.”

Estes foram os votos de Natal do Papa Francisco para a “amada Síria”. O país vive um momento de expectativa e incerteza após a decisão dos Estados Unidos de retirar seus militares. Nas últimas horas, Aviões de guerra voando sobre o Líbano dispararam mísseis em direção a uma área próxima a Damasco, capital do país. Em resposta, o sistema de defesa sírio disparou contra baterias antiaéreas. 

Missionária brasileira

A Rádio Vaticano/Vatican News contatou a missionária brasileira Ir. Laudis, da família do Verbo Encarnado, que transcorreu o Natal na cidade de Aleppo. Ela relata que, não obstante disparos ainda sejam ouvidos, a cidade está renascendo e foi possível festejar o nascimento do Menino Jesus.

Ir. Laudis comenta o apelo do Santo Padre e pede aos ouvintes que continuem a rezar seja pelos sírios, seja pela pequena comunidade católica de Aleppo, que “sobrevive graças à oração de vocês”:

Ouça o testemunho da Ir. Laudis
26 dezembro 2018, 10:32