Versão Beta

Cerca

Vatican News

"Muitas vozes, muitas mãos, muita esperança!"

Fim de semana marcado pela alegria na Casa de Oração Oásis, em São Luís, no Maranhão, onde teve lugar a primeira assembleia territorial em preparação ao Sínodo para a Amazônia. Participaram da assembleia delegados de 11 dioceses, representantes dos povos ribeirinhos, quilombolas e indígenas.

Cristiane Murray – Cidade do Vaticano

Fim de semana marcado pela alegria na Casa de Oração Oásis, em São Luís, no Maranhão, onde teve lugar a primeira assembleia territorial em preparação ao Sínodo para a Amazônia. Lideranças pastorais do regional Nordeste 5 e parceiros se reuniram de sexta a adomingo (15-17/06) para escutas, estudo, formação e preparação das atividades para ouvir as bases e divulgar o Documento Preparatório para o Sínodo e aprovado pelo Papa Francisco.

Participaram da assembleia delegados de 11 dioceses, representantes dos povos quilombola e indígenas da região e de movimentos sociais: "Muitas vozes, Muitas mãos, Muita esperança!"!
Confira as imagens e ouça o testemunho concedido a Padre Dario Bossi de duas participantes: dona Cida, vice-presidente da Associação de Moradores de Piquiá de Baixo (Açailândia) e Teresa, de Buritucupu. Elas falam sobre os efeitos das grandes obras em suas terras e destacam a ação da Igreja, especialmente da Rede Justiça nos Trilhos.

Baixe e compartilhe

Teresa menciona as três questões mais problemáticas: a mineração, que com a Linha de Ferro Carajás afeta 7 comunidades, num total de 12 mil pessoas; o agronegócio, que com a monocultura de soja despejou os agricultores de suas terras e moradias, e a contaminação do Rio Pindaré e seus afluentes. Além disso, existe ainda o risco da construção de uma nova barragem na região.
 

18 junho 2018, 17:39