Versão Beta

Cerca

VaticanNews

Vatican News em Ruanda: novas culturas para combater a fome

Junto com outros cinco meios de comunicação, o Vaticano News foi convidado pela missão dos Estados Unidos nas agências das Nações Unidas em Roma, para uma "turnê da mídia" em Ruanda, para contar como se combate a fome e a pobreza através de novos projetos.

Olivier Bonnel - Ruanda

A primeira etapa da viagem de Vaticano News é Musanze, na província Norte de Ruanda, a poucos quilômetros da fronteira com a República Democrática do Congo e Uganda. Em Ruanda, 70% da população é camponesa e cultiva pequenos lotes de terra.

O feijão enriquecido com ferro

Um dos produtos alimentares básicos no território ruandês é o feijão. A variedade local produzida graças ao programa desenvolvido em 2015 com o apoio da USAID - que alocou três milhões de euros para esse fim - foi enriquecida com ferro, oferecendo inúmeros benefícios à população.

Benefícios para a saúde e economia das populações locais

De fato, no país africano, 38% das crianças menores de 5 anos e as mulheres grávidas sofrem de carência de ferro. Graças a esse novo tipo de feijão, a anemia deles mostra melhorias consideráveis ​​e também o rendimento do novo legume é maior - cerca de 5 toneladas por hectare - em comparação com a cultivada anteriormente. Além disso, o valor de mercado do produto aumentou, chegando a 700 francos ruandeses (cerca de 0,80 euro) por quilo, quando o "feijão comum" é vendido por apenas 300. Pode-se dizer com certeza que esse tipo de cultura permite a uma parte crescente da população do país africano sair da pobreza.

                                                      

31 maio 2018, 14:04