Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Amazônia, Rio Negro. Foto de Luis Modino Amazônia, Rio Negro. Foto de Luis Modino 

Em rima e com ritmo: um novo modo de ler a 'Laudato si'

O livro “O Papa Francisco e o Meio Ambiente”, do Professor José Dettoni, apresenta a Encíclica em versos; em uma abordagem lúdica e popular. Obra já foi presenteada ao Papa. Confira a reportagem e a entrevista ao autor.

 Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

Na Encíclica do Papa ‘Laudato si’ sobre o cuidado da criação e da nossa Casa Comum, lançada em 18 de junho de 2015, Francisco faz o chamado à conversão ecológica, a mudanças no estilo de vida e na sociedade, além da ação política. Mas o documento chama também cada um de nós a agirmos, como indivíduos e como Igreja, e nos dá esperança. Na verdade, o Papa Francisco nos deu mais do que um documento: ele nos chama a viver, concretamente, a Laudato Si’.

Em rima e com ritmo

E agora, para quem ainda não a leu, foi lançado um livro apresentando a Encíclica em versos rimados e ritmados; uma abordagem lúdica e popular. “O Papa Francisco e o Meio Ambiente”, do Professor José Dettoni, já foi até presenteado ao Papa, no Vaticano, quando o arcebispo de Porto Velho, Dom Roque Paloschi, esteve aqui em meados de abril, participando das reuniões pré-Sinodais para a Amazônia.

O autor

José Dettoni é gaúcho da cidade de Ilópolis (RS). Atua na área da educação há mais de 50 anos. “O Papa Francisco e o Meio Ambiente” é o seu 13º livro. Repentista, formado em Filosofia e Direito com especialização em orientação educacional, tem mestrado em Filosofia e é Doutor em Educação pela Unicamp.

Por 15 anos foi docente da UEL – Universidade Estadual de Londrinas. Foi também reitor da Universidade de Rondônia (Unir) e atualmente é diretor acadêmico do Centro Universitário São Lucas.

Ele nos explica como surgiu a ideia do livro e no final, ainda oferece uma ‘canja’ aos nossos ouvintes, recitando uma interpretação da oração final do Papa aos cristãos, pelo cuidado da Criação:

Ouça e compartilhe

Nós Vos louvamos, Pai,
com todas as vossas criaturas,
que saíram da vossa mão poderosa.
São vossas e estão repletas da vossa presença
e da vossa ternura.

Filho de Deus, Jesus,
por Vós foram criadas todas as coisas.
Fostes formado no seio materno de Maria,
fizestes-Vos parte desta terra,
e contemplastes este mundo
com olhos humanos.

Hoje estais vivo em cada criatura
com a vossa glória de ressuscitado.
Louvado sejais!
 

22 maio 2018, 07:33