Versão Beta

Cerca

Vatican News

Igreja, voz do povo amazônico

Padre Luis Modino entrevistou o indígena Irineu Candido Batltasar para o Vatican News.

Luis Modino - São Gabriel da Cachoeira/Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

Os índios Werekena vivem principalmente ao longo do Rio Xié e alto curso do Rio Negro (AM), na área cultural conhecida como Noroeste Amazônico. São cerca de 3.200 pessoas, distribuídas em aproximadamente 140 sítios e povoados.

Nosso colega Padre Luis Miguel Modino foi até a comunidade Cunuri, no oeste da região São Gabriel da Cachoeira. Vivendo de atividades agrícolas, caça, pesca e coleta, os moradores veem-se ameaçados pela extração mineral, rio acima. Conscientes de seu direito de serem consultados antes de o Estado implantar projetos que afetam suas comunidades, lamentam a lógica contrária à democracia, que favorece grandes empresas em vez dos povos indígenas.

“ O garimpo levou bebida, prostituição, conflitos e mortes àquela região ”

Nesta realidade, “a Igreja se sente desafiada a dar respostas mais incisivas, pronunciando-se e sendo a voz do povo tradicionalmente oprimido e dominado por pequenos grupos de poder”, segundo Padre Luis Modino, que entrevistou o indígena Irineu Candido Batltasar para o Vatican News.

 

 


 

30 maio 2018, 16:37