Cerca

Vatican News
Crianças no Hospital Crianças no Hospital  

Sete anos de guerra na Síria produziram sofrimentos insuportáveis

A World Food Programme (WFP), maior agência humanitária que luta contra a fome no mundo, alerta sobre os desastres causados nestes últimos 7 anos de guerra na Síria.

Cidade do Vaticano

Com esta afirmação, a maior agência humanitária que combate a fome no mundo, World Food Programme (WFP), fez um grande alerta sobre a urgência de colocar fim aos combates na Síria. Em muitas partes do país, a violência atingiu níveis intoleráveis, enquanto uma solução política ainda está longe. Todos os dias, as famílias vivem um pesadelo que parece não acabar nunca, sob bombardeios e morteiros, e cada dia mais e mais vidas inocentes são sacrificadas.

Mais de um terço da população da síria é deslocada, numa tentativa desesperada de encontrar segurança. O movimento contínuo das pessoas é acompanhado por alarmantes e altos níveis de fome e necessidade. Cerca de 6,5 milhões de sírios sofrem de insegurança alimentar; outros quatro milhões correm o risco de sofrer – o dobro do ano atrasado.

"Todo dia que passa sem solução para esta crise é outro dia em que falhamos na população síria", disse Jakob Kern, representante e diretor do WFP no país. "A prioridade absoluta deve ser acabar com o conflito. Vamos responder mais a frente na História ".

Mesmo com centelhas de esperança e muitas histórias de resiliência, a luta continua a recrudescer sem parar, em várias frentes: em Ghouta Oriental, na área rural de Damasco, na parte meridional de Dara'a e ao norte, em Idlib e Afrin. Os civis sofrem as piores consequências.

“ Nós somos seres humanos. Nós somos civis. Nós não merecemos tudo isso. Meus filhos estão com fome e não há comida ”

Um habitante do Eastern Ghouta declarou ao WFP durante uma entrega de ajuda humanitária rara em fevereiro - raro porque a luta quase nunca se interrompe com o tempo suficiente a fim de permitir que os comboios humanitários cheguem os lugares atingidos.

Desde o início do conflito, os preços dos alimentos que dispararam, estão fora do alcance de muitas pessoas. O pão agora custa oito vezes mais do que antes. Hoje, terrivelmente, sete em cada dez sírios vivem em extrema pobreza.

A WFP une a sua voz com o apelo à paz e apela urgentemente a todas as partes em conflito para que permitam um acesso humanitário, seguro e incondicional para a entrega de alimentos e outras formas de salvar vidas para aqueles que tão desesperadamente precisam disso.

A WFP é a maior agência humanitária que luta contra a fome no mundo, fornecendo assistência alimentar em situações de emergência e trabalhando com as comunidades para melhorar a nutrição e construir resiliência. Todos os anos, a WFP auxilia em média 80 milhões de pessoas em cerca de 80 países.

Como ajudar crianças refugiadas sírias:

Ao fazer o download do aplicativo WFP, ShareTheMeal, você pode fornecer uma refeição nutritiva para crianças  sírias refugiadas na Jordânia. Apenas um toque no smartphone. Com 40 centavos de euros, você pode fornecer uma refeição do WFP a uma criança necessitada.

Fonte:  www.wfp.org/it , twitter: @WFP_IT

14 março 2018, 15:07