Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Milhares estão desabrigados em Aleppo Milhares estão desabrigados em Aleppo   (AFP or licensors)

Missionária em Aleppo: "Síria necessita da ressurreição de corações"

Irmã Laudis, missionária brasileira do Verbo Encarnado falou com o Vatican News sobre a expectativa das festividades da Semana Santa na cidade-símbolo da destruição causada pela guerra na Síria.

Cidade do Vaticano

Depois de quatro anos como uma das frentes mais sangrentas da guerra na Síria, desde 2017 a cidade de Aleppo está retomando vida. Palco do confronto militar travado entre as diversas facções da oposição síria (encabeçadas pela chamada Coalizão Nacional) e as forças do regime sírio, leais ao presidente Bashar al-Assad, Aleppo perdeu mais de 100 mil pessoas nos combates. Milhares de outras abandonaram suas casas e a situação humanitária na região foi descrita como ‘catastrófica’.

No entanto, mesmo em meio a ruínas, a comunidade cristã celebra a Semana Santa. Assim como no ano passado, já se realizaram os ritos do Lava-pés e a Missa do Crisma e espera-se que se possa fazer também a procissão ‘das 7 igrejas’, quando os católicos visitam 7 templos bombardeados durante a guerra.

De Aleppo, a Irmã Laudis, missionária brasileira da família religiosa do Verbo Encarnado falou com o Vatican News.

Confiante de que a situação vai melhorar gradualmente, a religiosa afirma que “o país necessita da ressurreição dos corações”, pois “os cristãos, fortalecidos com a fé, vão reconstruir um país ainda melhor”.

Ouça o testemunho de Irmã Laudis

 

 

 

30 março 2018, 09:38