Versão Beta

Cerca

Vatican News
Entardecer numa das ilhas de Cabo Verde Entardecer numa das ilhas de Cabo Verde  (2018 Getty Images)

Comunidade caboverdiana em Roma assinala Dia dos Heróis Nacionais

20 de Janeiro é Dia da Nacionalidade e dos Heróis Nacionais na Guiné-Bissau e Cabo Verde. A Comunidade caboverdiana em Roma marca o dia com eventos culturais.

Dulce Araújo - Cidade do Vaticano

Hoje, 20 de Janeiro, é Dia dos Heróis Nacionais na Guiné-Bissau e Cabo Verde. A data recorda o assassinato do líder da independência desses dois países, Amílcar Cabral, em 1973, na capital da Guine-Conacri.

Para assinalar esta data, a comunidade caboverdiana em Roma organiza dois eventos:

Sábado dia 20, às 17 horas, na Fundação Lellio Basso, em via della Dogana Vecchia, 5, tem lugar a apresentação do livro “Cartas de Amílcar Cabral a Maria Helena: A outra face do Homem”. Para o efeito, vieram a Roma Filinto Elísio e Márcia Souto, da Casa Editora, Rosa de Porcelana, organizadores, juntamente com Iva Cabral (filha de Amílcar e Maria Helena) da obra. O encontro conta com música, exposição de documentos de imprensa sobre a luta de libertação na Guiné e Cabo Verde, com a leitura de passagens do livro pelo escritor Jorge Canifa Alves, com a intervenção de Filinto Elísio e do italiano Giani Tognoni, Secretário Geral do Tribunal Penal dos Povos.

Domingo 21, o segundo evento, centrado sobre a cultura caboverdiana. Será no Instituto Cultural Francês, em Piazza Toniolo, 20, das 16 às 20 horas. O encontro articula-se em três momentos: apresentação do livro “All’Inferno” do escritor Arménio Vieira, Prémio Camões 2009; uma conferência sobre a “Actualidade cultural e literária caboverdiana” a cargo de Filinto Elísio; e a apresentação da edição 2018 da Bolsa de Estudo “Amílcar Cabral” para jovens oriundos de Cabo Verde em Itália. Prevê-se a intervenção do Prof. Marco Bucaione, da Universidade La Tuscia de Viterbo, tradutor da referida obra de Arménio Vieira, e de Filomeno Lopes, natural da Guiné-Bissau, filósofo e jornalista da Rádio Vaticano.

Os dois eventos são organizados, respectivamente, pelas associações Tabanka Onlus e o Comité Cultural Caboverdiano em colaboração com outras associações e organismos e com o patrocínio da Embaixada de Cabo Verde em Roma.

 

20 janeiro 2018, 13:04