Cerca

Vatican News
ONU pede diálogo e respeito pelos índios ONU pede diálogo e respeito pelos índios  (AFP or licensors)

ONU: México trate povos indígenas com igualdade e respeito

Victoria Tauli visitou, além de Cidade do México, os estados de Chiapas, Chihuahua e Guerrero. O relatório com as conclusões da visita será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos da Onu em setembro de 2018.

Genebra

Retornando a Genebra depois de realizar uma visita oficial ao México, a relatora da Onu sobre Direitos Humanos dos Povos Indígenas, Victoria Tauli, recomendou ao governo mexicano para entreter relações igualitárias e respeitosas com os povos indígenas e terminar com o ‘sério esquema’ de abusos de seus direitos humanos.

Respeitar patamares de igualdade

“Reconheço e elogio o apoio do México ao impulsionar a agenda indígena em foros internacionais, mas este compromisso deve ser coerente e se refletir na aplicação de patamares de respeito. O governo deve adotar medidas decisivas para mostrar um verdadeiro compromisso no cumprimento dos direitos dos povos indígenas”.

“Isto poderia gerar as condições necessárias para um diálogo sustentável e inclusivo com os povos indígenas, tratar de todas as questões pendentes, estabelecer a confiança e criar uma nova relação entre povos indígenas e Estado  baseada em igualdade, respeito e não-discriminação”.

Durante sua missão, a Relatora Especial se encontrou com mais de 200 pessoas de 23 diferentes grupos indígenas – metade das quais, mulheres – provenientes de 18 Estados do México.

 [ Audio Embed Victoria Tauli visitou, além de Cidade do México, os estados de Chiapas, Chihuahua e Guerrero.]

“À medida que integrantes de povos indígenas iam compartilhando comigo seus problemas e suas histórias, pude identificar um sério standard de exclusão e discriminação que se reflete na falta de acesso à justiça, entre outras violações”, acrescentou a especialista da Onu.

“ Outro problema sério que me foi apresentado é o fato que os povos indígenas não estão sendo apropriadamente consultados sobre projetos e outras decisões que afetam seus direitos, como o direito à vida ”

Victoria Tauli visitou, além de Cidade do México, os estados de Chiapas, Chihuahua e Guerrero. O relatório com as conclusões da visita será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos da ONU em setembro de 2018.

20 novembro 2017, 16:54