Busca

Vatican News
Membro de equipe médica vestindo uma roupa de proteção ao lado de uma ambulância, em meio ao surto da doença do coronavírus (COVID-19), em Yangon. Membro de equipe médica vestindo uma roupa de proteção ao lado de uma ambulância, em meio ao surto da doença do coronavírus (COVID-19), em Yangon. 

Aos 68 anos, morre de Covid-19 bispo birmanês Dom Hgyi

O prelado foi sepultado em Mayanchaung, perto de Pathein, conforme relatado pelo pe. Florence Aung Kyaw Oo, chanceler da diocese.

Vatican News

Dom John Hsane Hgyi, bispo de Pathein, sul de Mianmar, faleceu aos 68 anos na quinta-feira, 22 de julho, vítima da Covid-19. O prelado, que já sofria de diabetes, havia contraído o coronavírus há uma semana, informou a Igreja local à Agência Fides.

“Estamos abalados e profundamente comovidos, acolhemos com pesar a morte repentina do bispo da diocese de Pathein. Agradecemos a Deus pela vida e pelo empenho de Dom João com as pessoas confiadas aos seus cuidados. Ele foi realmente um Bom Pastor que guiou muitos católicos de Mianmar, dando a eles apoio moral e força espiritual em tempos de crise. Foi um autêntico seguidor de seu Santo padroeiro, São João Crisóstomo, a quem citava com frequência em suas pregações”, afirma em nota enviada à Agência Fides o cardeal Charles Bo, SDB, arcebispo de Yangon e presidente da Conferência Episcopal de Mianmar (CBCM).

Dom Hgyi, acrescenta o cardeal, citando São Paulo, “combateu o bom combate. Concluiu a corrida. Manteve a fé, deixando-nos um exemplo a ser imitado. Rezemos para que Deus o recompense por seu bom trabalho. O Senhor lhe dará a coroa da justiça”.

Em nome da Conferência Episcopal Católica de Mianmar (CBCM), o cardeal Bo e o bispo John Saw Yaw Han, secretário-geral da Conferência, expressaram suas condolências ao vigário geral, sacerdotes, religiosos, familiares e fiéis da Diocese de Pathein .

Dom Hgyi nasceu em 15 de dezembro de 1953 em Pyingadoe Mayanchaung e foi ordenado sacerdote em 7 de março de 1982. Foi reitor do Instituto de Filosofia de Pyin Oo Lwin, na região de Mandalay, e reitor do Instituto de Teologia de Yangon. Em janeiro de 2003, o Papa João Paulo II o nomeou bispo auxiliar de Pathein e em maio do mesmo ano bispo de Pathein. Foi sacerdote por 39 anos e bispo por 18 anos.

Dom Hgyi foi presidente da CBCM de 2012 a 2014. Como presidente da CBCM, foi membro do Comitê Central da Federação das Conferências Episcopais da Ásia (FABC). De 2007 a 2012 foi bispo membro do Escritório de Assuntos Ecumênicos e Inter-religiosos da FABC (OEIA).

Dom Hgyi esteve presente em duas Assembleias Plenárias da FABC: a oitava em 2004 em Daejeon, Coreia do Sul e a décima em 2012 em Xuan Loc, Vietnã.

“Com sua presença nas Assembleias Plenárias e nos encontros da FABC, foi um verdadeiro membro fiel da FABC. Certamente faltará à família FABC sua sabedoria e competência, mas estamos confiantes de que continuaremos recebendo suas bênçãos e proteção contínuas do alto”, disse à Agência Fides o Pe. William LaRousse, assistente do secretário geral da FABC.

“Expressamos nossas mais profundas condolências ao cardeal Charles Bo e a todos os bispos de Mianmar, à Diocese de Pathein, à sua família e amigos. Recordaremos do arcebispo John Hsane Hgyi em nossas Missas e orações”, disse LaRousse.

Dom Hgyi foi sepultado em Mayanchaung, perto de Pathein, conforme relatado pelo pe. Florence Aung Kyaw Oo, chanceler da diocese.

A Diocese de Pathein foi erigida como uma diocese sufragânea da metropolita de Yangon em 1956.

*Com Agência Fides

23 julho 2021, 15:13