Busca

Vatican News
Esta imagem aérea mostra sepulturas sendo preparadas para vítimas do coronavírus Covid-19 no cemitério Rorotan em Jacarta em 22 de julho de 2021. (Foto por BAY ISMOYO / AFP) Esta imagem aérea mostra sepulturas sendo preparadas para vítimas do coronavírus Covid-19 no cemitério Rorotan em Jacarta em 22 de julho de 2021. (Foto por BAY ISMOYO / AFP)  (AFP or licensors)

Indonésia: diante da onda de contágios, a ajuda da Caritas Austrália

“É importante garantir que todos tenham apoio durante esta crise, porque uma vez que tiver acabado a epidemia, se as pessoas estiverem mergulhadas na pobreza, será ainda mais difícil reconstruir o país”, diz o coordenador da Caritas Australia para a Indonesia.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A pandemia de Covid-19 dá mostras de estar fora de controle na Indonésia, onde até o momento foram registrados mais de 3 milhões e 300 mil contágios e quase cem mil mortes, principalmente devido à disseminação da variante Delta.

O país vem registrando uma média diária de 49 mil novos contágios e mais de mil mortes, mas são números subestimados, visto a deficiente rastreabilidade dos casos. O governo nacional prorrogou o lockdown, enquanto a campanha de vacinação avança lentamente: apenas 7% da população, de fato, recebeu até agora as duas doses da vacina.

As repercussões da emergência sanitária no país são graves, não só do ponto de vista da saúde, mas também a nível econômico, porque muitos indonésios dependem do trabalho informal e as restrições anti-contágio põem em risco a sua subsistência.

“Quando as cidades fecham – explica o coordenador do programa Caritas Austrália para a Indonésia, Willy Tan - um grande número de pessoas se encontra sem trabalho, sem economias para alimentar suas famílias e sem qualquer tipo de proteção”. Para agravar a situação, a precariedade do sistema nacional de saúde que, continua Tan, atingiu "o ponto de ruptura devido a uma carência crítica de pessoal, oxigênio e medicamentos".

O impacto da pandemia na Indonésia é, portanto, "devastador". Felizmente, a Caritas Austrália entrou imediatamente em ação, explica seu coordenador, e “junto com as comunidades locais, civis e eclesiais, está apoiando as pessoas mais vulneráveis, ajudando-as em suas necessidades materiais”. Destaca-se também o compromisso da entidade filantrópica em prol da campanha de vacinação e exames para rastreabilidade de contágios.

“É importante - acrescenta Willy Tan - garantir que todos tenham apoio durante esta crise, porque uma vez que tiver acabado a epidemia, se as pessoas estiverem mergulhadas na pobreza, será ainda mais difícil reconstruir o país”.

Quem quiser contribuir para a campanha da Caritas Austrália em favor da população da Indonésia pode encontrar todas as informações úteis no site www.caritas.org.au

Vatican News Service - IP

31 julho 2021, 08:47