Busca

Vatican News
Calçado de crianças junto à luminária com vela em Tuam, Condado de Galway, recorda crianças vítimas de instituição religiosa Calçado de crianças junto à luminária com vela em Tuam, Condado de Galway, recorda crianças vítimas de instituição religiosa  (AFP or licensors)

Irlanda: em 25 anos, organização ajudou 7 mil vítimas de abuso

“Vivemos num mundo onde a fraqueza e a fragilidade humanas corroem o ideal cristão das relações humanas. A própria Igreja, família de Deus, está muito consciente de ter falhado tristemente na sua responsabilidade de providenciar refúgio ou proteger seus próprios membros", disse o bispo auxiliar de Armagh.

Isabella Piro – Vatican News

Ouça e compartilhe!

Towards Healing - Rumo à Cura”: este é o nome do serviço de aconselhamento e apoio às vítimas de abusos cometidos por alguns membros do clero, financiado pela Conferência dos Bispos irlandeses e pela Associação Nacional de Religiosos e Missionários.

Em atividade desde 1996, a organização já ajudou 7.000 pessoas e foi recordada na Solenidade da Santíssima Trindade pelo seu diretor, o bispo auxiliar de Armagh Dom Michael Router, por ocasião da peregrinação da diocese ao Santuário mariano de Knock.

“Vivemos num mundo onde a fraqueza e a fragilidade humanas corroem o ideal cristão das relações humanas - disse o prelado - A própria Igreja, família de Deus, está muito consciente de ter falhado tristemente na sua responsabilidade de providenciar refúgio ou proteger seus próprios membros". De fato, “em vez de refletir o amor que está no coração da Trindade, às vezes não correspondeu aos valores que representa e professa”.

“Há muito temos consciência - recordou Dom Router - de que muitas pessoas, na Irlanda e no exterior, sofreram abusos sexuais e físicos nas mãos do clero e de religiosos. Por muito tempo elas sofreram sozinhas, sem serem ouvidas, reconhecidas ou ajudadas”.

Nos últimos vinte e cinco anos, no entanto, por meio de “Rumo à Cura”, a Igreja “prestou um serviço de aconselhamento que beneficiou cerca de 7.000 pessoas”. O prelado explicou que é “um serviço gratuito, à disposição dos sobreviventes, que se baseia nos valores da compaixão, da responsabilidade e da esperança”.

Towards Healing”, de fato, fornece "o apoio necessário para dar aos sobreviventes a oportunidade de se recuperar e reconstruir suas vidas; dá a eles a esperança de encontrar a cura e de desenvolver a resiliência para viver a vida o mais plenamente possível".

Cada família que “se esforça em dar compaixão e esperança aos seus membros é um reflexo do trabalho da Trindade na vida cotidiana - acrescentou o bispo irlandês -. Uma Igreja sem compaixão, por outro lado, só faz mal, afasta as pessoas e as priva de confiança e esperança".

Neste sentido, o apelo final de Dom Router para que a Igreja irlandesa "se aproxime da imagem do Deus Trinitário e dê vida a esse diálogo, a essa abertura e esse amor que a ajudará a curar as feridas do passado e a avançar juntos, na esperança".

Vatican News Service - IP

01 junho 2021, 13:51