Busca

Vatican News
Cristãos greco-ortodoxos palestinos em oração durante Celebração dominical na Igreja de São Porfírio, na cidade de Gaza, Cristãos greco-ortodoxos palestinos em oração durante Celebração dominical na Igreja de São Porfírio, na cidade de Gaza,  (AFP or licensors)

Com patrocínio da Conferência Episcopal, EUA sediam Encontro Internacional sobre liberdade religiosa

O objetivo dos organizadores “é obter apoio político para a liberdade religiosa no mundo, criando uma “forte coalisão internacional que atue neste âmbito em nível global” e trabalhe no “aumento da conscientização da sociedade civil e dos governos” sobre este tema.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

De 13 a 15 de julho, Washington sediará o I Encontro de Cúpula Internacional sobre Liberdade Religiosa (IRF). O evento é promovido por mais de 40 organizações, que representam várias Confissões religiosas, empenhadas na defesa da liberdade religiosa, entre as quais a Conferência Episcopal dos Estados Unidos (Usccb), que aplaude a iniciativa.

“Congratulo-me com o anúncio desta Cúpula – escreve em uma nota o presidente do Comitê dos bispos dos Estados Unidos para a Justiça internacional e Paz, Dom David Malloy - cujo objetivo é aumentar a conscientização sobre a liberdade religiosa nos Estados Unidos e de reunir uma ampla coalizão que trabalhará em conjunto por esta causa no mundo inteiro”.

O tema, de fato, é muito significativo, recorda Dom Malloy. “Segundo o ‘Fórum sobre Religião e Vida Pública’, 83 por cento das quase 7 bilhões de pessoas no mundo vive hoje em países com fortes hostilidades governamentais ou sociais em relação às religiões (...). Cada cultura, nação, sistema religioso ou político deve esforçar-se para melhor proteger a liberdade religiosa, um direito humano vital”.

Os bispos estadunidenses sentem-se orgulhosos por serem os patrocinadores deste encontro, tanto que o presidente do Comitê Episcopal para a Liberdade Religiosa, cardeal Timothy Michael Dolan, será um dos oradores. Seu discurso, previsto para a tarde do dia 15 de julho, ao término dos trabalhos, terá como tema: “Esperança pelo futuro: a sociedade civil e liderança americana global e multilateral”.

“O Encontro de Cúpula de Washington, - lê-se no site do evento -, que se realizará na modalidade quer presencial como on-line, contará com recursos e defensores da liberdade religiosa, dando voz aos testemunhos das vítimas de perseguições e restrições por causa da fé”.

O objetivo dos organizadores “é obter apoio político para a liberdade religiosa no mundo, criando uma “forte coalisão internacional que atue neste âmbito em nível global” e trabalhe no “aumento da conscientização da sociedade civil e dos governos” sobre este tema.

Durante os três dias de Encontro serão tratados diversos temas como proteção de refugiados, perseguições na Nigéria, aumento das tecnologias para fins persecutórios, discriminações religiosas, incremento de nacionalismos religiosos. 

Entre os conferencistas convidados destacam-se, além do cardeal Timothy Dolan, Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos EUA, Mike Pompeo, ex-secretário de Estado, e o arcebispo greco-ortodoxo dos EUA, Elpidophoros.

Vatican News Service - IP

12 junho 2021, 08:38