Busca

Vatican News
O Arcebispo Philip Naameh, Presidente da Conferência Episcopal de Gana O Arcebispo Philip Naameh, Presidente da Conferência Episcopal de Gana 

Bispos de Gana: plantar 1 milhão de árvores para salvaguardar a Criação

Para os prelados da Conferência Episcopal de Gana esta iniciativa servirá para "aumentar as ações dos fiéis diante dos desafios ambientais" e são convidados outros grupos religiosos a fim de "assegurar a cobertura florestal da nação e promover a proteção da Criação"

Vatican News

Plantar um milhão de árvores durante a estação das chuvas deste ano: este é o compromisso assumido pela Conferência Episcopal de Gana (Gcbc) para celebrar a "Laudato si'", a Encíclica do Papa Francisco sobre os cuidados com a casa comum. Publicada em 2015, o documento papal foi o foco de um especial Ano de Celebração 2020-2021, patrocinado pelo Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral e concluído em 25 de maio com o lançamento oficial da Plataforma de Iniciativas de Laudato Si'. Disponível em www.laudatosi.va, a Plataforma visa "reunir os principais parceiros eclesiais através de várias ações e eventos e divulgar ainda mais o 'Evangelho da Criação' através de um mandato missionário". A iniciativa dos bispos ganenses insere-se, precisamente, neste contexto.

Ouça e compartilhe!

Diretrizes da Laudato si’

Em um comunicado de 7 de junho assinado por seu presidente, Arcebispo Philip Naameh, os prelados encorajam todas as instituições da Igreja Católica nacional, incluindo as paróquias, a participar do plantio de árvores, a fim de alcançar o objetivo estabelecido. Esta iniciativa, de fato, servirá para "aumentar as ações dos fiéis diante dos desafios ambientais". Ao mesmo tempo, os prelados convidam as pessoas a trabalhar para "desenvolver um programa a longo prazo que siga as diretrizes ditadas pela Laudato si' e que possa começar em 2022". A coordenação deste projeto e a disponibilização de recursos será confiada à Secretaria Nacional Católica que trabalhará lado a lado com os referentes de cada diocese do país, apresentando em seguida um relatório conjunto sobre os progressos alcançados. "Este relatório - destacam os bispos - servirá como fonte de motivação e incentivo para todos os que querem plantar árvores no país". Além disso, a Conferência exorta outros grupos religiosos em Gana a aderir à iniciativa do plantio, a fim de "assegurar a cobertura florestal da nação e promover a proteção da Criação".

Com apoio à Criação, novos empregos

Deve-se lembrar que já no mês passado, no final da reunião anual conjunta entre a Conferência Episcopal e o Conselho de Igrejas de Gana (CCG), realizada em 5 de maio em Acra, os bispos haviam expressado seu apreço pela campanha do governo "Gana Verde" que prevê o plantio de 5 milhões de árvores em todo o país. Especificamente, o projeto Boosting Green Employment and Enterprise Opportunities in Ghana - (GrEEn) que é uma ação de quatro anos que visa, entre outras coisas, criar mais oportunidades econômicas e emprego para os jovens, as mulheres e os migrantes que retornam ao país, promovendo e apoiando empresas sustentáveis e verdes. O projeto é implementado no âmbito do Fundo Fiduciário de Emergência da União Europeia para a África.

 

09 junho 2021, 12:35