Busca

Vatican News
João Paulo II em Fátima no Ano 2000 João Paulo II em Fátima no Ano 2000  

Terço de 13 de maio no Santuário de Nossa Senhora de Fátima

Neste 13 de maio, o terço da maratona de oração para invocar o fim da pandemia será em um dos santuários mais representativos de todo o mundo, o Santuário de Fátima. A intenção especial será pelos encarcerados. Acompanhe ao vivo às 13 horas (horário de Brasília) nas redes sociais e site do Vatican News

Jane Nogara - Vatican News

Trinta Santuários, representativos de todo o mundo, conduzem a recitação do Terço todos os dias durante o mês de maio em uma maratona de oração com o tema: "De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus", para invocar o fim da pandemia. Hoje dia 13 de maio, o Terço será rezado no Santuário de Fátima, em Portugual, com intenção pelos encarcerados. A oração terá início às 13 horas, horário de Brasília, e pode ser acompanhada pelas redes sociais e no site do Vatican News.

O Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima dá expressão ao pedido de Nossa Senhora do Rosário, aludido já em 13 de agosto de 1917 e expressamente indicado na aparição de 13 de outubro do mesmo ano a Lúcia de Jesus, Francisco Marto e Jacinta Marto: "Quero dizer-te que façam aqui uma capela em minha honra, que sou a Senhora do Rosário" (Primeira Memória da Irmã Lúcia). A capelinha foi erguida em 1919 no local das aparições de 1917 na Cova da Iria e, desde então, o espaço do Santuário foi sendo edificado, em resposta ao significativo afluxo de peregrinos.

Fátima e João Paulo II

Fátima sempre foi um lugar de peregrinação dos Papas, principalmente João Paulo II que sofreu o atentado exatamente 40 anos atrás. Na ocasião estava fazendo a Audiência na Praça São Pedro quando foi atingido por tiros. Salvou-se graças à “Mãe” como ele disse, a mão poderosa que desviou os disparos. Depois disso João Paulo II visitou três vezes o santuário: em 1982 para agradecer à Virgem do Rosário, em 1991 e no ano jubilar de 2000 para a beatificação dos veneráveis pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta.

Na ocasião João Paulo II recordou a todos:

A mensagem de Fátima é um apelo à conversão, alertando a humanidade para não fazer o jogo do ‘dragão’ que, com a ‘cauda, arrastou um terço das estrelas do Céu e lançou-as sobre a terra’. A meta última do homem é o Céu, sua verdadeira casa onde o Pai celeste, no seu amor misericordioso, por todos espera”.

E sobre o amor à Nossa Senhora:

"Na sua solicitude materna, a Santíssima Virgem veio aqui, a Fátima, pedir aos homens para ‘não ofenderem mais a Deus Nosso Senhor, que já está muito ofendido’. É a dor de mãe que A faz falar; está em jogo a sorte de seus filhos. Por isso, dizia aos pastorinhos: ‘Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas’”.

Por fim o Papa recordou também o atentado sofrido em 1981:

E desejo uma vez mais celebrar a bondade do Senhor para comigo, quando, duramente atingido naquele dia 13 de maio de 1981, fui salvo da morte. Exprimo a minha gratidão também à beata Jacinta pelos sacrifícios e orações oferecidas pelo Santo Padre, que ela tinha visto em grande sofrimento”.

13 maio 2021, 10:12