Busca

Vatican News
O ataque aconteceu na manhã de terça-feira (4) numa creche na cidade de Saudades O ataque aconteceu na manhã de terça-feira (4) numa creche na cidade de Saudades 

Despedida às vítimas do ataque à creche em Santa Catarina em velório coletivo

Segundo dados do Corpo de Bombeiros, o velório coletivo chegou a reunir mais de 1500 pessoas no ginásio municipal de Saudades, oeste de Santa Catarina. A cidade testemunhou um trágico atentado nesta terça-feira (5) quando uma creche foi atacada por um jovem que matou duas professoras e três crianças. A missa de despedida nesta quarta-feira (5) foi marcada por muita consternação: “que essas situações não se repitam mais. A sociedade brasileira precisa de novas referências”, lamentou dom Odelir José Magri, bispo de Chapecó, ao encorajar todos “a sonhar um mundo melhor”.

Andressa Collet - Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

A celebração de despedida de duas professoras e 3 crianças, mortas em um ataque a uma creche no município de Saudades, oeste de Santa Catarina e a 600 Km de Florianópolis, foi realizada na manhã desta quarta-feira (5) no Ginásio Municipal em meio a muita consternação. Segundo dados do Corpo de Bombeiros, o velório coletivo chegou a reunir mais de 1500 pessoas no local. A missa foi presidida por dom Odelir José Magri, bispo de Chapecó, e transmitida em modalidade virtual pela página no Facebook da Paróquia Sagrada Família de Saudades: “não tem como não se solidarizar. Estamos juntos. Que essas situações não se repitam mais. A sociedade brasileira precisa de novas referências”, lamentou o prelado, ao encorajar todos “a sonhar um mundo melhor”.

Ainda nesta terça-feira (4), dia do atentado, a diocese de Chapecó se solidarizou com as famílias, especialmente das vítimas, através das redes sociais: “todas as nossas orações e que Deus conforte o coração de cada um”. A tragédia aconteceu durante a manhã do dia 4 de maio, quando um jovem de 18 anos invadiu o Centro de Educação Infantil Pró-Infância Aquarela, desferindo golpes de facão contra crianças e adultos. A polícia está investigando o caso. 

O governo estadual e municipal decretou luto oficial de três dias e a prefeitura de Saudades, com cerca de 10 mil habitantes, cancelou as aulas até 7 de maio. 

05 maio 2021, 15:46