Busca

Vatican News
Alguns fragmentos ósseos do cardeal serão então enviados ao Vaticano, juntamente com os Atos da Causa, para dar início à segunda fase do caminho rumo à beatificação Alguns fragmentos ósseos do cardeal serão então enviados ao Vaticano, juntamente com os Atos da Causa, para dar início à segunda fase do caminho rumo à beatificação  

Gana: em julho, a conclusão da fase diocesana da Causa de Beatificação do cardeal Peter Dery

Durante 22 anos o cardeal Peter Porekuo Dery foi responsável pela formação dos leigos no país e seu trabalho foi decisivo para o desenvolvimento das estruturas do Conselho Nacional de Leigos, do Conselho Nacional da Juventude de Gana e do Conselho Nacional das Mulheres Católicas. Sempre demonstrou grande amor à humanidade, dando uma contribuição ímpar à promoção do desenvolvimento integral da pessoa humana. Ele foi criado cardeal por Bento XVI em 24 de março de 2006.

Isabella Piro - Vatican News

Ouça e compartilhe!

É esperada para o final de julho a conclusão da primeira fase da Causa de Beatificação do Servo de Deus cardeal Peter Porekuo Dery, bispo de Wa, em Gana, falecido em 2008. O anúncio foi feito pelo presidente da Conferência Episcopal nacional, Dom Philip Naameh, durante a Santa Missa celebrada em Acra, por ocasião do 103º aniversário do nascimento do purpurado.

A conclusão da fase diocesana, acrescentou o prelado, será realizada com a abertura do túmulo do cardeal Dery, sepultado em Tamale. Alguns fragmentos ósseos do cardeal serão então enviados ao Vaticano, juntamente com os Atos da Causa, para dar início à segunda fase do caminho rumo à beatificação. Dom Naameh exortou todos os fiéis a acompanhar todo o processo com a oração, apoiando a "Fundação Cardeal Dery" (FDC).

No mesmo sentido manifestou-se Dom Alex Bobby Benson, membro da FCC, que recordou a "grande herança espiritual" do cardeal Dery, cuja vida e cujo ministério "inspiraram positivamente tantas pessoas". Em particular, o prelado recordou o empenho do purpurado em favor da educação das meninas e da emancipação feminina, bem como o desenvolvimento socioeconômico para o bem da população.

“O cardeal Dery foi um pastor destemido - sublinhou Dom Benson - que sempre trabalhou em nome da verdade, enfrentando qualquer situação injusta, ditatorial ou discriminatória contra a dignidade da pessoa humana (...). Gana precisa de mais homens como o cardeal Dery”, afirmou.

Nascido em 1918 em Ko, na Diocese de Wa, sendo o quarto de dez filhos, Peter Poreku Dery desenvolveu um interesse por temas religiosos desde criança: seu pai e seu tio, na verdade, são sacerdotes da religião tradicional dos Dagaaba.

Durante uma visita a Jirapa, ele conhece o responsável pelos Missionários da África, padre R. McCoy. Foi então batizado em 24 de dezembro de 1932, estando entre os primeiros católicos da região oeste de Gana, e logo começou a trabalhar com os missionários frequentando a escola para catequistas.

Depois de seus estudos teológicos e filosóficos no Seminário, em 11 de fevereiro de 1951 foi ordenado sacerdote e designado para Nandom. Como pároco e assistente do diretor das escolas católicas da Diocese de Tamale, visita as instituições de ensino, o que o torna conhecido de professores e alunos. Em 1957, foi transferido para Kaleo como o primeiro pároco africano na Diocese de Tamale.

Depois de ter aprofundado seus estudos no Canadá e na Bélgica, em 16 de março de 1960 foi nomeado bispo da Diocese de Wa, ereta em novembro de 1959. Recebeu a ordenação episcopal em Roma em 8 de maio de 1960 pelo então Papa João XXIII. Ele foi o primeiro a introduzir a inculturação litúrgica na própria diocese; promove a educação e funda inúmeras escolas como a “St. Francis Xavier” em Wa e escola secundária para meninas em Jirapa. Em 1972 foi nomeado administrador apostólico da Diocese de Tamale, da qual se tornou, em 1977, após a elevação, seu primeiro arcebispo. Em 26 de março de 1994, João Paulo II aceitou sua renúncia ao governo pastoral.

Conhecido por suas qualidades de sinceridade, integridade e amor à humanidade e em virtude de sua contribuição ímpar para a promoção do desenvolvimento integral da pessoa humana, recebe prêmios e reconhecimentos e ocupa diversos cargos civis, como o de membro do Conselho de Estado e do "Conselho de Serviço de Educação de Gana". É também membro do Pontifício Conselho para os Leigos e, por dois mandatos, Presidente da Conferência Episcopal de Gana.

Durante 22 anos foi responsável pela formação dos leigos no país e seu trabalho foi decisivo para o desenvolvimento das estruturas do Conselho Nacional de Leigos, do Conselho Nacional da Juventude de Gana e do Conselho Nacional das Mulheres Católicas. O Papa Bento XVI o criou cardeal em 24 de março de 2006, conferindo-lhe a titularidade da Igreja Sant’Elena fuori Porta Prenestina. Ele veio a falecer em Tamale em 6 de março de 2008.

VaticanoNews Service - IP

20 maio 2021, 09:44