Busca

Vatican News
Alegria pelo cessar-fogo entre Israel e Hamas Alegria pelo cessar-fogo entre Israel e Hamas  (AFP or licensors)

CMI "entristecido" com o sofrimento causado pelo conflito na Terra Santa

O organismo ecumênico expressa seu pesar pelas vítimas, pelo menos 232 palestinos e 12 israelenses.

Vatican News

"Solidariedade e orações" para os povos e Igrejas na Terra Santa e um apelo renovado pela "paz para todas as pessoas da região".

Foi o que reiterou nesta quinta-feira (20/05), o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) enquanto estava em andamento as tratativas diplomáticas que levaram finalmente ao cessar-fogo depois de 11 dias de bombardeios incessantes na Faixa de Gaza e Israel.

A trégua aprovada pelo gabinete de segurança israelense reunido sob a presidência de Benyamin Netanyahu e poucas horas depois aprovada também pelo Hamas entrou em vigor esta noite. Isso foi possível graças à pressão dos Estados Unidos, da União Europeia e a mediação do Egito nas boas relações com Israel e Hamas.

Reunido em vídeo-conferência de 17 a 20 de maio, o comitê executivo do Conselho Mundial de Igrejas disse estar "chocado e profundamente entristecido com o sofrimento infligido como resultado das hostilidades em andamento na Terra Santa, consciente da história do povo da região". O organismo expressa seu pesar pelas vítimas, pelo menos 232 palestinos e 12 israelenses. "Estamos com todos aqueles que perderam seus entes queridos, que foram feridos, sofreram danos e medo por causa da terrível violência e destruição. Estamos desolados", lê-se na declaração do corpo dirigente do CMI, que renovou sua "oração fervorosa para que Deus dê compaixão e sabedoria aos corações e mentes dos responsáveis pela violência, e cura e consolo para as vítimas".

O CMI deseja que "inicie realmente" a busca por uma "paz verdadeira, fundada na justiça e no fim da ocupação". "É que desejamos para todas as pessoas da região, judeus, muçulmanos e cristãos, israelenses e palestinos, na igualdade e no respeito mútuo", conclui a declaração. Na tarde de quinta-feira (20/05), as Igrejas membro do CMI se reuniram em oração pela paz na Terra Santa.  

Vatican News Service - LZ/MJ

21 maio 2021, 14:30