Busca

Vatican News

Paquistão. Dom Shaw a novos catequistas: anunciem a Boa Nova. Deus muda o coração

"Em meio aos tempos sombrios da pandemia global, os novos jovens catequistas oferecem à Igreja católica no Paquistão raios de esperança", diz dom Sebastian Francis Shaw, arcebispo de Lahore, cuja arquidiocese acaba de ganhar novos catequistas para sua ação evangelizadora, em coincidência com a publicação na terça-feira, 11 de maio, da Carta apostólica sob forma de Motu Proprio "Antiquum ministerium" do Papa Francisco, pela qual se institui o ministério do catequista

Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

"Não percam a esperança, permaneçam coerentes e obedientes em seu trabalho pastoral. Vocês deverão enfrentar desafios ao iniciar seu ministério pastoral como catequista. A responsabilidade de vocês é pregar a Boa Nova e facilitar a compreensão da Palavra de Deus, do Catecismo da Igreja Católica e a vivência da fé. Depois é Deus quem trabalha para mudar o coração dos fiéis, atraindo-os para Si e abençoando o compromisso missionário de vocês."

Com estas palavras o arcebispo de Lahore, no Paquistão, dom Sebastian Francis Shaw, dirigiu-se aos novos catequistas da Arquidiocese de Lahore, que em 2020 completaram três anos de estudo e formação no Centro Nacional de Formação de Catequistas Santo Alberto em Khushpur (Faisalabad), e agora estão prontos para iniciar o serviço pastoral em várias paróquias da Arquidiocese.

Novos catequistas oferecem à Igreja raios de esperança

"Em meio aos tempos sombrios da pandemia global, os novos jovens catequistas oferecem à Igreja católica no Paquistão raios de esperança", disse o arcebispo à Fides - agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos -, por ocasião da publicação na terça-feira, 11 de maio, do Motu Proprio "Antiquum ministerium" do Papa Francisco.

O Centro de formação de catequistas Santo Alberto é o único Centro nacional de formação no país asiático que oferece um programa de formação de três anos para leigos que sentem vocação para se tornarem catequistas. O Centro, que iniciou suas atividades em 1952, formou ao longo dos anos mais de mil leigos que depois se engajaram no serviço pastoral nas várias dioceses.

Além da formação realizada no Centro nacional, as várias dioceses organizam periodicamente cursos de atualização para os mais de 500 catequistas que atualmente trabalham na Igreja católica no Paquistão (nas arquidioceses de Karachi e Lahore, nas dioceses de Islamabad-Rawalpindi, Faisalabad, Multan, Hyderabad e no Vicariato Apostólico de Quetta).

Catequistas, pontes entre os sacerdotes e os fiéis

O diretor da Comissão de Catequistas da Diocese de Hyderabad, padre James Castellino, falando à Fides sobre o importante papel dos catequistas na missão da Igreja católica no Paquistão, observa:

"Os catequistas são os anunciadores do Evangelho; desempenham um papel importante de ponte entre os sacerdotes e os fiéis, preparando-os para receber os Sacramentos e oferecendo formação catequética em todos os níveis e para todas as idades. "

Trabalho dos catequistas é crucial para a formação da fé

O padre acrescenta: "Muitas vezes em missão em circunstâncias difíceis ou desconfortáveis, eles viajam de norte a sul, leste a oeste, chegando de porta em porta a aldeias e famílias que, vivendo em lugares remotos, ninguém pode visitar. O trabalho deles é crucial para a formação da fé dos leigos".

O diretor da Comissão de Catequese da Diocese de Islamabad-Rawalpindi, padre David John, apreciando o compromisso dos catequistas diz à Fides:

"Os catequistas fazem visitas domiciliares para pregar a fé católica e rezar com o povo, para facilitar e coordenar os vários grupos da Igreja como ministrantes, leitores, para o coro nas liturgias, para a preparação espiritual para os Sacramentos. Estas são tarefas fundamentais que realizam para ajudar os padres em suas paróquias a fortalecer a missão da Igreja no Paquistão."

(Fides)

12 maio 2021, 11:43